alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

15.8.22

 

Auto da Juventude angolana

Muito poucos :

- E mais queria o paraíso

sem mo ninguém estorvar.






Muito muitos:

-E eu ponho-me a fazer

o que posso para isso.

Etiquetas: , , ,


14.8.22

 

Por uma Economia económica

Ferduci no mercado

1.  Perante a escalada de preços dos últimos seis meses, forçou-se a uma nova rotina de compras, muito mais planeada e onde só entra mesmo o necessário.

            “Maldito seja este Mundo, maldito seja este tempo, maldito seja o destino

            Que os bárbaros árabes vieram para me forçar a ser muçulmano.”

              Xá-Namé (Livro dos Reis) de Ferduci, um poeta muçulmano persa (935).        

2022 Estranho mundo este, estranho tempo este, estranho destino este em que só um ditador russo me leve a ser sensato.


2. Pangloss colunista

A guerra na Ucrânia fez disparar o preço da energia, despertando uma inflação adormecida há 30 anos. Isto é, um acontecimento político da maior gravidade levou ao descarrilar da economia. Os efeitos desta convulsão estão aí: aumento do preço da carne, do peixe, dos bens de primeira necessidade.

a) Descarrilar da economia é levar os portugueses a ser económicos?

b) Gravidade é levar os portugueses a um regime alimentar saudável?

Um quinto do rendimento médio dum português é gasto em alimentação e bebidas. 

Bastará que reduzam o que comem e bebem para metade (o valor recomendado) para que o rendimento disponível restante aumente 10%.

Bastará reduzirem a quantidade de carne para 2/3 do habitual (ainda assim, bem acima do recomendado) para obter uma poupança semelhante.

Além dos efeitos benéficos na saúde, no ambiente e no sacrifício animal.

Há que adaptar estes dados às famílias de menor rendimento onde, paradoxalmente, a obesidade é mais frequente.

 Estranho mundo este, estranho tempo este, estranho destino este em que se não aproveitam oportunidades.

Etiquetas: , , ,


14.7.22

 

Efeitos secundários do calor

os mortos em excesso que ninguém quer ver

Henrique Raposo

  1. Em junho costumam morrer cerca de 200 portugueses por dia; neste junho tivemos dias em que morreram mais de 400 pessoas. Vejam os dados, por favor.
    prima para ampliar

a)    O quartis de 2009 a 2021 variaram entre 250 – 280    

b)    Os valores de Junho não diferem muito dos dos Julhos de 2009-2021; a meteo não se rege pelo calendário gregoriano.

2. Com este calor, muita gente vai sentir-se mal e, no estado em que está, o SNS não vai dar resposta e muitas pessoas vão morrer. Vamos ter de novo uma mortalidade excessiva. Já estamos lá. Julho de 2022 já está a matar muito mais do que a média.

a)    O calor actual é um fenómeno excepcional; não tem sentido comparar os valores actuais com os da média de anos normais.

b)    Não tem sentido usar o valor médio dos anos anteriores dada a crescente tendência da mortalidade nos anos anteriores.

c)    O papel do SNS não é relevante na prevenção da morte de velhos pelo calor

3. a morte silenciosa de centenas de idosos, que, no atual contexto, é ainda mais pesada porque estamos a viver as consequências desastrosas das políticas do PS para a saúde, quer através da ideológica e retrógrada lei de bases da saúde (que piorou tudo), quer através da obsessão com a covid, que levou a um excesso de mortalidade não covid. 

Não houve excesso de mortalidade não-Covid em 2020 nem em 2021 para além da esperada pela tendência crescente da mortalidade desde há 15 anos. 

4.  Junho de 2022 foi o mais mortal dos últimos 42 anos. 

* o valor da mortalidade anual tem vindo a aumentar desde há quinze anos.

5.  Esta ausência de resposta política, mediática e moral da sociedade perante esta mortalidade é inaceitável.

* São inaceitáveis análises tão enviesadas dos dados e interpretações.


Etiquetas: , ,


12.7.22

 

Imagem do Universo profundo

 

Telescópio James Webb mostra uma imagem do Universo profundo,

“a imagem  mais profunda e clara já captada do Universo até agora”.

* A natureza profunda do Universo é a diversidade, daí a sua beleza. Foi a diversidade que permitiu a sobrevivência das espécies (Darwin). 

Liberdade, Igualdade, Fraternidade, o lema bem intencionado da Revolução Francesa deu origem aos maiores desastres da História recente por ser contra-natura. Não somos clones, felizmente. 

Onde se proclama Igualdade deveria propor-se Equidade; e tentá-lo.

Etiquetas: , , , ,


11.7.22

 

É preciso “gerir melhor o que temos”

 Azul

Nas barragens, é preciso “gerir melhor a água que temos”

* A água, o tempo, a vida, o amor, a amizade, o sol, a terra, o desejo, o consumo, a liberdade, a saúde...

Etiquetas: , ,


1.7.22

 

Oportunidade para racionalizar a ração


Alimentos que mais aumentaram desde o início do ano





Produto

Taxa de crescimento

Óleo alimentar

46%

Farinha para bolos

43%

Frango

35%

Salmão

33%

Peru bife

26%

Bolacha Maria

25%

Porco lombo

24%

Ovos

22%

Manetiga

21%

Carne                               

                15,7%                  


Peixe                                                       15,8%

                         

 Os portugueses estão a comer o dobro do recomendado e de forma mais desequilibrada;      O consumo de carne entre os portugueses é quatro vezes superior ao recomendado na Roda dos Alimentos, revela a Balança Alimentar Portuguesa para 2016-2020.

Etiquetas: , ,


28.6.22

 

Será esta a mudança que os jovens querem?

 


Etiquetas: ,


Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017   06/2017   07/2017   08/2017   09/2017   10/2017   11/2017   12/2017   01/2018   02/2018   03/2018   04/2018   05/2018   06/2018   07/2018   08/2018   09/2018   10/2018   11/2018   12/2018   01/2019   02/2019   03/2019   04/2019   05/2019   06/2019   07/2019   08/2019   09/2019   10/2019   11/2019   12/2019   01/2020   02/2020   03/2020   04/2020   05/2020   06/2020   07/2020   08/2020   09/2020   10/2020   11/2020   12/2020   01/2021   02/2021   03/2021   04/2021   05/2021   06/2021   07/2021   08/2021   09/2021   10/2021   11/2021   12/2021   01/2022   02/2022   03/2022   04/2022   05/2022   06/2022   07/2022   08/2022  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter