alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

30.8.17

 

Menopausa precoce


A obra que fez parte da representação portuguesa da 50.º edição da Bienal de Veneza, em 2003, estava instalada no Pátio da Inquisição, exposta às condições climatéricas, oferecida à autarquia de Coimbra.


*  Treze anos é idade demasiado jovem para climatério mas há que atender aos tratos de polé a que terá sido sujeita no tribunal do Santo Ofício. 

Etiquetas:


29.8.17

 

Terrorismo micobactérico


Sociobiologia atrevida 


* Epidemiologia: fonte, veículo e susceptibilidade.
Terreno susceptível e terapêutica inadequada potenciam a emergência de mutações virulentas.

Etiquetas:


27.8.17

 

Uma alternativa para a carência deste tipo de médicos?


We Need More Doctors With Disabilities 

Seria mais expedito aleijar alguns.

Etiquetas:


14.8.17

 

Afinal

.
Afinal estava ali a causa; mantém-se a tarefa de não a agravar.

Etiquetas:


13.8.17

 

perspectiva


Etiquetas:


7.8.17

 

Fruto de ventre livre


Afonso Henriques descendia de portugueses e era neto de escravos africanos
A FLIP homenageou este ano o escritor Lima Barreto, um neto de escravos que, há cem anos, zurzia as elites brasileiras em português de lei.
 O jornalista e romancista carioca Afonso Henriques de Lima Barreto (1882-1922), que descendia de portugueses e era neto de escravos africanos, era crítico impiedoso e mordaz da Primeira República brasileira.
“Todos querem ‘comer’. ‘Comem’ os juristas, ‘comem’ os filósofos, ‘comem’ os médicos (…), ‘comem’ os romancistas, ‘comem’ os engenheiros, ‘comem’ os jornalistas: o Brasil é uma vasta ‘comilança’”.

Etiquetas:


6.8.17

 

Um pedaço de história, hoje


Etiquetas:


3.8.17

 

Acto falhado


Acto falado é quase acto falhado.
Para os erros a lápis, havia borracha; também para a caneta, mas puía o papel.
Recortar e colar a página era demasiado evidente. As fotos podem ser retocadas mas deixam dedadas.
Só com a digitalização se podem corrigir erros originais sem que se note. Como na "edicção genética".

Para os actos falhados (lapsus linguae) ainda não há remédio; pensem bem antes de falar. Somos donos do nosso silêncio e escravo das nossas palavras.

Etiquetas:


 

Apoiado por?

 .

Saiba quem apoia estas mutações do ADN sem crispação com uma técnica de nome sugestivo - CRISPR

Etiquetas:


Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017   06/2017   07/2017   08/2017   09/2017   10/2017   11/2017   12/2017  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter