alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

29.2.16

 

Ciclo da água



O furo dos alcatruzes
Alcatruzes da roda do Mouchão 
Tomar
…  meter dinheiro nos bancos para chegar à economia real era uma política eficaz no passado, mas hoje este dinheiro dissipa-se no mercado de capitais. Mas um pouco de história demonstrará que este foi sempre o caso: o dinheiro metido nos bancos vai parar sempre aos bolsos dos mesmos. Rui Tavares

* Quanto maior a roda, mais água se perde pelos buracos dos alcatruzes; a água não se perde, apenas volta ao local de onde se esperava a roda a levasse onde fazia falta.
Não se perde, em vez de irrigar as hortas vai fazer mover os moinhos da Ordem.

Etiquetas:


27.2.16

 

Sobre depressão


"É uma certa pobreza nas nossas línguas, isso de usarmos a mesma palavra para descrevermos como uma pessoa se sente quando o bolo que estava a fazer para o almoço fica queimado no forno, e como se sente antes de saltar do alto de um edifício. Depressão é uma palavra que se emprega para cobrir um leque muito amplo de experiências".
Andrew Solomon, autor de uma das obras mais faladas dos últimos tempos, sobre depressão.

* É “pobreza nas nossas línguas ou nossa preguiça léxica?

Etiquetas:


 

Votar €


Como acontece por toda a Europa, a impotência do poder político democrático face ao poder económico castrou governos eleitos e submeteu-os a entidades obscuras como os “mercados”, onde o grosso do dinheiro que circula não tem pai nem mãe, a não ser numa caixa de correios das ilhas Caimão. JPP


* … submeteu-os a entidades obscuras como os “mercados” ou somos nós que nos submetemos a essas “entidades obscuras como os “mercados” em quem votamos em massa nas urnas do Multibanco?

Etiquetas:


26.2.16

 

Alarmismo


O ferro ...
O oxigénio ...
O dinheiro ...

O mercado, a publicidade, a água, a crença, o alarme ...
* Trata-se com suficiente de senso, outro sal.

Etiquetas:


 

Estibanco


Depois de ter apresentado resultados negativos de 980 milhões de euros, o Novo Banco anunciou despedir 500 trabalhadoresSerá o maior alguma vez feito na banca portuguesa (Jornal de Negócios).
Se isto era o “banco bom”…

*Ao lado direito das embarcações dá-se o nome de estibordo, e é assinalado com uma luz verde de navegação, que representa a esperança e o descobrimento. Bombordo é o lado esquerdo.

Etiquetas:


25.2.16

 

€utanásia


Droga letal online no mercado negro da eutanásia

eutanásia@cemitério.com


Etiquetas:


 

Mal empregado


Não seria preferível mantê-lo em funções, com horas extra a descontar na pena?

Etiquetas:


 

A bolha


A tensão superficial faz com que a camada superficial de um líquido venha a se comportar como uma membrana elástica. Esta propriedade é causada pelas forças de coesão entre moléculas semelhantes. Enquanto as moléculas do interior de um líquido são atraídas em todas as direções pelas moléculas vizinhas, as moléculas da superfície do líquido sofrem apenas atrações laterais e internas. A resultante destas forças de atração que faz a interface se comportar como uma película elástica como um látex.
Por causa da tensão superficial, alguns objetos mais densos que o líquido podem flutuar.
P.S. 
A UE é uma bola de sabão, uma bela utopia criada por um sopro genial num momento oportuno.
Frágil, manter-se-à enquanto os forças centrípetas mantiverem a periferia; é fatal a tentação de a expandir demais ou de a picar.

Etiquetas:


24.2.16

 

Herança da clássica geringonça


Regulador quer passar TAP a pente fino. 
O ex-Procurador detido, 
os negócios de Angola e 
a denúncia anónima. a)

Indícios de corrupção
Inquérito-crime
Depósitos suspeitos

Prejuízo do Novo Banco
Má herança do BES

Investimento ruinoso
Suspeita
Controle da OI

Epidemia de desperdício

Etiquetas: , , , , , ,


 

Citações tridimensionais


Novo microscópio permite ver células cancerosas a três dimensões


Olhei-a de um lado,
do outro e de frente:
tinha um ar de célula
de aspecto inocente.

Rui Tavares
Não interessa se o gato é preto ou branco.
Interessa que cace ratos.
Deng Xiao Ping

Etiquetas:


 

Impostos e gordura


O neoliberalismo tem-se relacionado com o aumento da obesidade. Na Grã-Bretanha a obesidade passou para o dobro em 20 anos. Nos Estados Unidos tem crescido como se sabe. Para esta análise o National Bureau of Economic Research nos EUA construiu um modelo de cálculo com 27 variáveis sociais e concluiu que elas explicam 37 por cento do aumento do Índice de Massa Corporal, 42% da obesidade total e 59 por cento dos seus Graus II e III. O neoliberalismo faz mal à saúde. Isto anda mesmo tudo ligado. Isabel de Carmo
Ironia do silogismo sofisma 
1. O neoliberalismo tem-se relacionado com o aumento da obesidade.
2. O neoliberalismo faz mal à saúde.
3.  Isto anda mesmo tudo ligado.

C'est trop injuste
* É verdade que anda ligado mas não necessariamente de causa a efeito; pode ser que a mesma causa (ganância desenfreada) tenha esses dois efeitos. 

Nesta selva Dysney de mítico odor soixante-huitard (laissez-faire) são os mais “aptos” a ganhar vendendo algodão doce de cores à escolha. Lucro para uns, dívida/gordura supérflua para muitos outros.


Etiquetas:


22.2.16

 

O rosto com que fita é portugal





Os olhos com que mira é o grande Porto



A boca com que fila é o Mar da Palha de Lisboa

Etiquetas:


21.2.16

 

Portugal volta-se para Homer


Lisboa estende-se e volta-se para o mar


Ele há a importação,
a exportação e a imputação
Contribuição imputada

Etiquetas:


 

Morte assistida


1820
Sentido-se às portas da morte, mandou chamar a família; 
a última imagem é a dos seus à roda da lareira.






2020 
A última recordação é a imagem invertida do seu ECG 
reflectida no comando cromado 
da cama articulada 
da unidade de cuidados paliativos. 


Etiquetas:


19.2.16

 

álibi


Não aceitamos que o ... seja usado como álibi para mais 













As críticas, as reservas e até a hostilidade com que os jornalistas e os jornais estão hoje confrontados, à semelhança do que acontece com os políticos, tornam necessário introduzir no interior dos jornais - e com expressão pública – algo que eles só fazem de maneira relutante e para que ninguém oiça: a autocrítica.  António Guerreiro

Etiquetas:


 

O problema não é o orçamento


Palmas para a Academia  Nuno Pacheco

O problema não é a ortografia, é o sistema de ensino. Voilà!

Etiquetas:


 

Neve no Mosteiro


Depois das cheias, a geada - uma sombra de neve.



Etiquetas: , ,


18.2.16

 

Inforconsulta


As métricas, indicadores e protocolos impostos aos profissionais de saúde nas reformas feitas nos últimos anos no SNS... estão a “tornar os cuidados de saúde mais impessoais e padronizados”, afastando-os das reais necessidades dos doentes. 

* Nem tudo o que se mede importa, nem tudo o que importa se mede.
** O critério mais importante da avaliação é a pertinência.
*** Não se pode extrapolar do Continente para o conteúdo.

Etiquetas:


17.2.16

 

Refugiados


as guerras fazem fugir os mais vulneráveis entre os vulneráveis — os refugiados.

Rui Tavares

* Creio que os mais vulneráveis entre os vulneráveis nem fugir poderão.

Etiquetas:


 

Violência no namoro



“Beija-te os pés, Santa Clara,
o Mondego sonhador”
a namorar-te em segredo


Etiquetas:


16.2.16

 

Dilúvio de água



Sobreveio um dilúvio de água em Coimbra 18 de fev de 1319 que entrou a água do rio Mondego ..., e em tanto, 
que não era naquele tempo em memória dos homens que aquela água àquele lugar viesse chegar nem que aquele rio tão crescido fosse… 


Etiquetas:


 

E julgareis qual é mais excelente


Há enguias e peixes no tanque do claustro do Mosteiro
(prima para ampliar)

Etiquetas:


 

Debalde


Podemos deita balde de água fria sobre os planos de formação de governo do PSOE

Etiquetas:


15.2.16

 

Paisagem mediática

A nossa actual paisagem mediática é tendencialmente depressiva.

  JM Paquete de Oiveira
* Tende a suspeitar em vez de observar; tende a acusar em vez de procurar a causa; a refractar em vez de reflectir. 
Não é media é mediana.
Fala mal e encharca tudo como as cheias; mal se vê o fundo.
Como nós, tuga – origem e agente (a gente somos ...).

Etiquetas:


 

O milagre das cheias


 Onde era um Mosteiro de freiras é agora um santuário de aves.

Onde Sancho vê gaivotas
D. Quixote vê flamingos.

(prima para ampliar, que poisam mais).













P.S. Pensando melhor, este milagre tem uma explicação semelhante à das cheias - o horror que a Natureza tem ao vazio.

Etiquetas:


14.2.16

 

WS responsabilizou Manuel Machado pelas cheias do Mondego

 M.M. é Presidente da Câmara agora e era-o em 2001

A subida das taxas de juro da dívida portuguesa a 10 anos tem múltiplas explicações. Não se deve apenas à forma como decorreu a negociação do Orçamento para 2016 em Bruxelas, nem sequer à composição do apoio parlamentar ao Governo de António Costa. Deve-se à extrema volatilidade dos mercados financeiros, que procuram lugares seguros para investir … e que tem na sua origem, para além das nuvens carregadas que impendem sobre a economia global, alguns sinais preocupantes sobre a situação do sistema bancário europeu. Esta é a realidade, a verdadeira, não a “da esquerda” que, para os fanáticos da austeridade, só serve para disfarçar a culpa de um governo que ousou pôr em causa a ortodoxia decretada por Berlim para chegarmos à salvação plena e sem pecado. 
Muita gente disse isto bastante melhor do que eu.
Cito a Economist: “Para os que temem que a repetição da crise 2007-2008 esteja iminente, a semana passada trouxe novos presságios. As acções de grandes bancos mergulharam (…).”   
Wolfgang Schäuble citou no Eurogrupo e a imprensa europeia repetiu nas suas primeiras páginas o nome do maior banco alemão, como um dos factores que ajudou ao pânico nos mercados, penalizando fortemente a banca e aumentando o custo do endividamento de Portugal, da Irlanda e de outras economias mais frágeis. 
A única ideia que lhe (Schäuble) subiu à cabeça para explicar esta turbulência foi dizer que o governo português estava a desestabilizar os mercados. 
Teresa de Sousa
Mas
Há aqui uma lição: é preciso ter cautela porque um choque externo desta natureza atinge as economias mais débeis com uma força inesperada. Teresa de Sousa


Etiquetas:


 

Figas


Esta?

 O dinheiro também exige educação 
Fisga. Expresso 13-2-2016

Etiquetas:


 

é por si próprio enganado



2016 
Há muitos anos que se não via uma cheia assim nos campos do Mondego.
RTP1 

1319
Sobreveio um dilúvio de água em Coimbra 18 de fev de 1319 
que entrou a água do rio Mondego per aquela igreja, 
                                                                               e em tanto, 
que não era naquele tempo em memória dos homens 
que aquela água àquele lugar viesse chegar 
nem que aquele rio tão crescido fosse…                                        Monarchia Lusytana
Quem prende a água que corre
é por si próprio enganado. 
O ribeirinho não morre.
Vai correr por outro lado.
António Aleixo (viveu uns tempos em Stª Clara) 

Etiquetas:


9.2.16

 

Carpe diem


A MANIFESTO FOR DEMOCRATISING EUROPE 
(DiEM, na sigla inglesa)



Etiquetas:


8.2.16

 

já basta assim


Etiquetas:


 

Tédio, ócio


O que significa que o tédio pode estar na raiz da criatividade humana e ser, afinal, a causa de todo o progresso.
* Supunha que tinha sido a necessidade, o neg ócio.

 O elegante e reservado Jacinto não torcia os braços, gemendo: «Oh vida maldita!» Eram apenas expressões saciadas; um gesto de repelir com rancor a importunidade das coisas; por vezes uma imobilidade determinada, de protesto, no fundo de um divã, donde se não desenterrava, como para um repouso que desejasse eterno; depois os bocejos, os ocos bocejos com que sublinhava cada passo, continuado por fraqueza ou por dever iniludível; e sobretudo aquele murmurar que se tornara perene e natural: «Para quê?» - «Não vale a pena!» - «Que maçada!...»
Uma noite no meu quarto, descalçando as botas, consultei o Grilo:
- Jacinto anda tão murcho, tão corcunda... Que será, Grilo? 
O venerando preto declarou com uma certeza imensa: 
- Sua Excelência sofre de fartura. 
Era fartura! O meu Príncipe sentia abafadamente a fartura de Paris. Pobre Jacinto!
Eça, A Cidade e as Serras. 1901


Eça. A cidade e as serras. 1901

Etiquetas:


 

Portugal é capaz


Yes, we can. Obama 2008
CSMNI 1989. É necessário e possível; foi e continua (1989 -).
Portugal, pode ser, se nós quisermos, uma grande e próspera Nação. Salazar 1932

Entre 1970 e 2008, Portugal alcançou uma extraordinária redução da taxa de mortalidade infantil (94%), maior do que qualquer outro país europeu, tendo actualmente um dos melhores desempenhos da Europa nesta matéria.
Um relatório* da Fundação Francisco Manuel dos Santos  apurou que os maiores impactos resultaram das grandes reformas dos cuidados de saúde materno‑infantis propostos pela Comissão de Saúde MaternoInfantil (CSMNI) em 1989.
A CSMNI teve grande apoio político, mas trabalhou de forma autónoma e com liberdade para implementar as reformas. As mudanças foram bem planeadas e assentes em práticas baseadas na evidência científica, e foram comunicadas de forma clara ao público em geral. A avaliação, tanto da implementação da reforma, como dos seus resultados, foi um dos aspectos mais importantes do plano.
Este sucesso demonstra que Portugal é capaz de concretizar mudanças a longo prazo, com boa liderança, boa comunicação e com a participação da população e dos profissionais de saúde.
* Fundação Francisco Manuel dos Santos (2011). A Mortalidade Infantil em Portugal no período 1988 a 2008: Evolução dos indicadores e factores associados.

Etiquetas:


6.2.16

 

Uma revolução indispensável


Fogo contra as necessidades artificiais


 "venda no armazém de fogos de artifício e artigos de carnaval"

Etiquetas:


2.2.16

 

pessoas certas para o lugar certo


Porque é tão difícil escolher as pessoas certas para o lugar certo?
... o primeiro esforço de seleção ocorreu há 2222 anos, na dinastia Han, na China, com uma longa e detalhada descrição de funções e "mesmo assim" a taxa de sucesso foi reduzida. 
....
É por isso fundamental escolher um parceiro alinhado … capaz de apoiar o processo de branding das organizações junto do mercado onde atua.

Etiquetas:


Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter