alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

30.5.14

 

Fumo virtual

António Costa e Seguro em duelo aberto

Uns dizem que é a melhor alternativa ao tabaco, outros temem os seus efeitos, ainda desconhecidos, a longo prazo e acusam os cigarros eletrónicos de perpetuar a imagem
do ato de fumar. A discussão veio para ficar.
É uma nova moda, disso não há dúvidas. Se é uma solução para largar o tabaco ou se contribui para incentivar o hábito de fumar, sobre isso, sim, há dúvidas.

Quem ouve estes testemunhos pode ficar com a ideia de que esta é a melhor forma para deixar de fumar e que muito provavelmente estas pessoas não vão morrer por doenças causadas pela, como dizem, "vaporização”. Até ver, a lista de vantagens é grande.
Não compromete o olfato e o paladar;
não causa escurecimento dos dentes, inflamação das gengivas e mau hálito;
não provoca envelhecimento da pele;
não promove risco de incêndio;
não polui o meio ambiente com beatas;
não compromete o fôlego;
aparentemente não é  prejudicial para os fumadores passivos;
 e, embora seja preciso um investimento inicial, torna-se muito menos dispendioso do que os cigarros tradicionais.
Contudo, se dermos atenção aos médicos, a conversa leva outro rumo - o uso do são cigarro eletrónico "é muito recente, pelo que o conhecimento dos seus efeitos na saúde humana é ainda limitado”.
Os estudos científicos que já existem mostram que, "apesar de serem potencialmente
menos perigosos que o cigarro convencional, os cigarros eletrónicos podem causar dependência e não são isentos de riscos para a saúde pois contêm substâncias aditivas tóxicas, irritantes e carcinogénicas. Uma vez que são produtos não regulamentados, é mal conhecida  a composição global desses cigarros”
Cigarros da discórdia. Revista Expresso 23-5-2014

Etiquetas:


 

Honoris causa

Os media são o espelho e o reflexo da sociedade; espelho nem sempre liso, imagem muitas vezes deformada.
No dia em que a UC louvava honoris causa António Arnaut pela criação do SNS, a DGS confirmava a queda continuada dos valores da mortalidade infantil, que já eram dos melhores do mundo. 
As televisões mal deram conta do facto; os jornais pouco melhor andaram, que a prisão dum abussador e a Crise do PS "atravessa" doutoramento de António Arnaut














O Público transcreveu um despacho da LUSA com foto do ano passado em que Arnaut também aparece.
O DN serviu-se também da LUSA: "O advogado António Arnaut, distinguido hoje pela Universidade de Coimbra com o grau de doutor "honoris causa", assumiu-se como "cidadão comprometido com o Povo e a Pátria".
O JN e a Visão ficaram "à margem da cerimónia":
...o antigo ministro e fundador do Serviço Nacional de Saúde, que falava aos jornalistas, em Coimbra, à margem da cerimónia em que lhe foi atribuído, pela Universidade daquela cidade, o título de doutor 'honoris causa'.
Salvou-se a curta do Expresso 



Etiquetas:


29.5.14

 

Apoio

Etiquetas:


 

Capacidade para lidar

Portuguese/as não terão capacidade de lidar...

Mas, apesar de tudo

Mortalidade infantil diminuiu



Etiquetas:


 

Competência digital

Competência suficiente

Etiquetas:


28.5.14

 

Olhos

Olhos de mulher
Em dois dias seguidos e á mesma hora, a RTP2 mostrou estas duas imagens.

Aurélia de Sousa. Auto-retrato. Museu Soares dos Reis, Porto
* Sendo um auto-retrato, a figura da autora estará nas pupilas.





Entre Imagens



Etiquetas:


 

O negócio do lixo

Primeiro concorrente à privatização do lixo


Não percebia qual o lucro que se esperava extrair do lixo.
Há setenta anos, os filhos das mais pobres famílias pobres vinham apanhar os bonicos que os burros desleixavam na rua da aldeia; era o equivalente europeu da casta indiana dos intocáveis (mas também do escaravelho*, animal sagrado do antigo Egipto).
Só era considerado lixo porque ninguém ousava ir apanhá-lo à rua; o que caía no quintal era recolhido como esterco e usada como adubo.
Porquê, agora, o mercado esperar extrair lucro do lixo onde só crescem cogumelos, vermes e maus cheiros?  É verdade que nesta era de rápida obsolescência, irá para o lixo muito produto ainda útil mas não creio que essas empresas se dediquem à reciclagem. 
Dei conta agora da eventual razão deste negócio -  a pepita radioactivo que se mistura nestas “toneladas de pechblenda”.

Águas residuais mostram que drogas se consomem



*A recolha do lixo agora em vias de ser privatizada; a empresa que se encarregar dessas tarefas terá cláusulas especiais, blindadas – o equivalente contratual do exosqueleto coleóptero.
exoesqueleto é composto por numerosas camadas de quitina. Estas características possibilitam uma espécie de defesa blindada mas que não afeta sua flexibilidade.

Etiquetas:


26.5.14

 

DesTroia Europa

A grande vencedora das eleições europeias foi a direita extremista e eurocética que  poderá alcançar os 130 lugares. O grande símbolo foi o "terramoto" Frente Nacional francesa que ficou em primeiro lugar com 25% de votos.
Em contrapartida, subiu a esquerda representada no Grupo da Esquerda Unitária Europeia de 35 para 45 deputados. O Syriza venceu as eleições gregas.










Se, depois disto, os políticos europeus ainda acreditam que tudo vai acabar bem, então a Europa corre mesmo o risco de ser derrotada. Teresa de Sousa

Etiquetas:


 

40 anos



Portugal

Etiquetas:


25.5.14

 

Final

 E m i r a tes      4

Azerbaijan   1

Etiquetas:


 

Sexta9

Parábola
O fariseu, posto em pé, orava desta forma: 
Ó Deus, graças te dou que não sou como os demais homens, que são ladrões, injustos ...

















Ó telespectadores...

Etiquetas:


 

Quando taliban amamentam

 ... logo, todas as mães podem e devem dar de mamar em exclusivo até aos seis meses.

* Nada pior para uma boa causa que um mau argumento.
Curiosamente este programa foi exibido no último dia de uma campanha eleitoral, igualmente tosca.
Uma coisa é “leite fraco”; outra é uma produção insuficiente de leite.

Uma coisa é baixo peso; outra, muito diferente, é um insuficiente aumento de peso.

Outro mito é o de que todo o recem-nascido chora com fome. Nem todos; o leite materno escasso contém uma lactorfina lenitiva.
Os receptores destas endorfinas dos neurónios estão embotados nos taliban.

Etiquetas:


24.5.14

 

Benefício da censura

Depois de uma campanha eleitoral tão medíocre, um dia sem demagogia mediática é uma bênção; estranho que haja quem se indigne contra esta higiénica imposição.

Poder ler o que JPP sobre ela escreve e, sobretudo, como o escreve, é um óptimo efeito colateral da norma que ele critica.

Etiquetas:


 

24 de Maio de 1640

O Presidente da República e Maria Cavaco Silva vão estar ao lado dos reis de Espanha a assistir à final da Liga dos Campeões, em Lisboa.*
Como o torneio opunha dois clubes madrilenos, final foi transferida para a segunda capital do império filipino.
As duas equipas espanholas incluem portugueses* em proporção da respectiva população.
Os media portugueses não falam doutra coisa. 

* O cargo de governador de Portugal deverá ser mantidos por portugueses.
   Os portugueses poderiam também ocupar funções públicas em Espanha; Cortes de Tomar 1581

Etiquetas:


23.5.14

 

Apud

Versão dos Boko Aram para a EuroVisão

Etiquetas:


22.5.14

 

Pepino

Jorge Afonso. Convento Cristo, Tomar

15 razões para comer pepino

16ª  - Já há 500 anos se incluia essa Cucurbitaceae na ementa dos guardas romanos de 1500 anos atrás.

Etiquetas:


 

Marinho Pinto no Parlamento europeu

Votar em Marinho Pinto (Partido da Terra)

Entre muitas outras razões, é o único cabeça de lista cuja presença no PE depende do nosso voto.

Etiquetas:


 

MetaHistória

Quer resumir o que é a Grande História?

No mundo académico, as disciplinas estão muito separadas umas das outras: as pessoas dos departamentos de paleontologia e astronomia não têm nada a dizer umas às outras, e as que estudam a história da espécie humana não têm nada a dizer nem a umas nem a outras. Achámos que era uma pena e foi assim que surgiu a ideia da Grande História, cujo objectivo é pensar tudo o que aconteceu no passado, desde o início do tempo, e criar uma história coerente, quebrando barreiras entre disciplinas.

* Meta História, colheita ou cultura?


Etiquetas:


20.5.14

 

Gramática da economia

Declinar o verbo consumir

Nós consumimos
Nós consumimo-nos
Eles nos consomem

Etiquetas:


19.5.14

 

Velho do Restelo em Belém

Podemos agora ser um país normal?


Milagre de Ourique
1385 Aljubarrota
Descobertas
O Encoberto
A Concepção sem pecado
Índias, Brasis, Áfricas
Especiarias, mercearias, oiro, diamantes, minas
Lendas e Narrativas
Mensagem
República, Maio
Fátima, Futebol, Fado
Abril, Democracia
Governo, o senhor Governo
Europa, Euro, 


*E se em vez de (ou além de) andar a procurar mitos para idolatrar, déssemos ouvidos ao anti-mito lusíada, a sensata pergunta do velho do Restelo - valerá a pena?

Etiquetas:


 

Restauração

A Revolucão de 1640 estava formalmente consumada. Mas não passava ainda de uma simples declaração de independência.
Os tempos que se seguiram foram conturbados. Para manter a independência Portugal será obrigado a travar a mais longa guerra da sua História. A Guerra da restauração durou 28 anos
e os apoios teriam de vir do exterior. Fomos então procurá-los junto dos inimigos de Espanha. Ingleses e Alemães treinaram as nossas tropas e a crédito. Nalguns casos esses acordos foram pouco menos que ruinosos. O juro era alto e nalguns caso esse apoio teve como contrapartida a entrega de alguns territórios na África e na Índia.

Etiquetas:


17.5.14

 

Hino da restauração

Carlos Moedas apresenta a estratégia em inglês
Portugueses celebremos
o diiia da redenção ...
  

Etiquetas:


 

Economia

Significado de economia, hoje
Para uma economia onde o consumo representa 60% do PIB ...
...as importações começaram a crescer com a recuperação da economia..

economia 
(grego oikonomía, gestão da casa)
1. Regra e moderação nos gastos.
2. Habilidade em administrar os bens ou rendimentos.


Etiquetas:


 

A altitude do salário

Os suíços vão ter a remuneração mínima mais alta do mundo.

* A altitude do Tibete não é maior?

Etiquetas:


 

Mandarim na escola

 “haverá disponibilidade do Instituto Confúcio para colaborar"

* Autoridade de mandarim e disciplina de Confúcio; não será já tarde no 3º ciclo?

Etiquetas:


16.5.14

 

Gastos em cuidados de saúde

Será possível que os gastos em cuidados de saúde tenham duplicado em onze anos?

Etiquetas:


 

Sujeito?

Divisão de orações


Governo/ quer /enfermeiros de família nos centros de saúde até final do ano

Governo / quer / enfermeiros dos centros de saúde nas famílias até final do ano

Famílias / querem / enfermeiros nos centros de saúde do governo até final do ano

Etiquetas:


 

Dos fósseis

Extrapolação

Um fóssil com mais de 12.000 anos sugere que a colonização original das Américas veio de uma única população.


* Extrapolar a partir de um único vestígio é arriscado mas é também o que fazem os partidos em campanha:

PIB cresceu 1,2% face aos primeiros três meses de 2013, mas recuou 0,7% em relação ao trimestre anterior.


PIB: PSD satisfeito com «continuação do crescimento»

PS:  “um dia terrível para Portugal”
BE: “brutal falhanço da estratégia” do Governo. 


Etiquetas:


14.5.14

 

Bebam Coca-cola?

A crise e a Coca-Cola
A doença e a má despesa pública são os únicos inimigos.
A Coca-Cola foi inventada por um farmacêutico.
As restrições à importação de açúcar durante a Primeira Guerra Mundial iam levando a jovem empresa à falência. Na Segunda Guerra Mundial, a Coca-Cola já não ficou de fora. O general Eisenhower e Robert Woodruff, novo presidente da companhia, estabeleceram uma aliança visionária...
Os soldados americanos bebiam Coca-Cola como se estivessem em casa. A bebida entranhou-se nas fileiras aliadas durante a guerra. Com a paz, conquistou o mundo.


* A história da Coca-Cola pode ser um modelo de sucesso económico mas nada tem a ver com os objectivos da farmácia que não creio serem "conquistar o mundo", aliás já "farmacolizado".
 A sentença “A doença e a má despesa pública são os únicos inimigos” é uma boa crítica ao vício entranhado da bebida e dos remédios.

Etiquetas:


13.5.14

 

A flauta de Hamelin

1. Foi o capital que fomentou que vivêssemos "acima das nossas possibilidades", seduzindo-nos com duches perfumados de crédito barato para aumentar o consumo interno, durante os anos loucos da introdução do euro. 
...
Se a religião era o ópio do povo no século XIX, bem podemos considerar o crédito barato como a droga mais dura do nosso tempo.
Quem o promove merece a cadeia!


* Do capital que fomentou crédito barato se diz merecer a cadeia 
mas ninguém vejo censurar quem dele se aproveitou.
B. Brecht
O POVO  QUEM MAIS ORDENA





2. Cada um de nós deve fazer o que é preciso, de acordo com a sua consciência.

 *Ao flautista que eliminou a praga de ratos atraindo-os para o rio, o povo de Hamelin recusou a recompensa prometida. 



Etiquetas:


12.5.14

 

As sessoras

"Não se obtém maioria absoluta por dá cá aquela palha" 
Seguro. Expresso 10-5-2014

Etiquetas:


10.5.14

 

O início do começo


Guião da reforma 
O Governo promete “começar a inverter a trajectória de agravamento do IRS" ainda na actual legislatura.

Etiquetas:


6.5.14

 

Em tempo de crise

Medina Carreira: País precisa "de um Pinto da Costa" para impor a ordem
Pinto da Costa apresentou treinador espanhol em que deposita "a máxima confiança" para fazer regressar os "dragões" aos títulos.

 Cosmética contraria tendência em tempo de crise
O setor da cosmética em Portugal cresce, em média 3% ao ano. Não há falta de trabalho na estética”.

Etiquetas:


5.5.14

 

Caloiros eternos

 O historiador JRÓ não foi praxado por colegas quando era estudante. Mas foi praxado por professores, a vida toda... "Para haver mentalidade praxista, não é preciso haver praxes.”

* Naquele tempo dizia-se que quem não tivesse sido caloiro,  sê-lo-ia toda a vida - era  o caloiro-eterno.

Etiquetas:


4.5.14

 

Acima das nossas posses

A ideia de vivermos acima das nossas posses “pegou” bem. Era fácil acreditar nisso. Bastam dois ou três exemplos para ilustrar a demagogia contida nessa afirmação.
Quando toda a gente invoca esse número extraordinário da mortalidade infantil que se situa abaixo da média europeia, é caso para perguntar: qual devia ser então a mortalidade infantil a que teríamos direito? Cinco por cento, 7,5 por cento?
 Teresa de Sousa
                                                      
* Em cuidados de saúde poderemos ter vivido algo "acima das nossas posses" mas fomos muito eficientes; não foi o que aconteceu na economia.
 "Diante dos ganhos em saúde obtidos em Portugal na última década e meia, parece lícito concluir... que «dificilmente se poderá considerar a despesa em saúde ineficiente ou demasiado elevada, se comparada com os países de referência» (Pinto 2009, 63).
M. Villaverde Cabral, P. Alcântara da Silva. O Estado da Saúde um Portugal. Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. 2009

Etiquetas:


 

Praxe. Caricatura

Praxe. Caricatura da vida adulta
Foi praxado? Conte-nos a sua experiência.” Foi este o desafio lançado pelo PÚBLICO no seu site. Recebemos mais de 250 respostas de estudantes e ex-estudantes, praxados, praxistas e antipraxe, de diversas gerações e profissões, de vários pontos do país.
Falam de “baptismos” e de “enterros”. De “latadas” e de “queimas”. De “julgamentos” e “trupes”. De “brincadeiras” e “castigos”. De “estar em formatura” e “estar de quatro”. Alguns falam de “medo”... Mas cerca de 80% dos testemunhos que recebemos são um elogio da praxe.

* Boa iniciativa e bom título; comentários e editorial enviesados, como que lamentando os inesperados 80%. 
Em vez de questionar a sociedade (vida) repudiam a caricatura; temem que os estudantes universitários não sejam capazes de a perceber. Temerão as vacinas e as campanhas eleitorais.
Pior do que falecer.

Etiquetas:


Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017   06/2017   07/2017  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter