alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

28.4.16

 

Mudar de vida


A recessão é um bom momento para mudar os padrões de vida que nos conduziram à catástrofe. 
Será que vamos aproveitar essa oportunidade? 
Vamos ver se somos capazes de não voltar a tropeçar e cair de novo. 
É importante aprender com os erros. Espero bem que tenhamos aprendido a lição…
JOAQUIM JORGE Clube dos Pensadores


Etiquetas:


 

Bens mínimos de consumo, material e espiritual.

 Tuga 
E mais queria o Paraíso 
sem mo ninguém estorvar
 Zé povinho 
E eu ponho-me a pagar
quanto posso para isso.
Auto da Lusitânea 1532
Mas quero coisas simples para os portugueses. 
1. Que os portugueses enriqueçam, que os mais pobres deixem de ser pobres, que acedam aos bens mínimos de consumo, material e espiritual. 
2. Que a “classe média” se reforce, cresça, fazendo subir o elevador social. 
que acedam aos bens mínimos de consumo, material e espiritual. 
3. Que as pessoas tenham propriedade e liberdade para terem vidas que não sejam deitadas fora pelo estado e pela sociedade.
E que acedam aos bens mínimos de consumo, material e espiritual.
Para que isto aconteça não podemos continuar nesta economia de mediocridade, moldada por uma ideologia que serve apenas os poderosos e que escarnece dos mais fracos. Os que não tem offshores, não desbarataram milhares de milhões de euros, não pediram milhões à banca para a deixar “mal parada”, mas estão condenados pela “Europa” a pagar estes custos. 
Por isso repito: com a “Europa” como ela é hoje, não vamos lá. JPP

Etiquetas:


27.4.16

 

Saudades da mocidade


Malhas que a memória tece
Um quinto dos portugueses diz ter saudade de antes do 25 de Abril
 “Quanto mais velho o indivíduo e mais socializado numa fase anterior à revolução, maior é a identificação com o autoritarismo.” Costa Pinto.

Etiquetas:


 

Nadar neste Vale de Côas


Arte Rupestre deste Vale do Côa

... o modelo “fundacional” de gestão e, sobretudo, de financiamento, viria a mostrar-se completamente inadequado à situação concreta daquelas realidades.

 Assim, nunca foi definida uma orientação estratégica para o Parque e Museu do Côa,
De facto, pouco ou nada foi cumprido desde essa data.

Os membros fundadores iniciais … nunca se entenderam,
nem conseguiram cumprir os seus compromissos financeiros,
 acumulando-se as dívidas até à asfixia quase total.

Hoje, a loja está penhorada,
os salários são pagos com recurso a empréstimos bancários,
falham os telefones, falha a internet…

Não há planeamento, navega-se à vista, com prazo de um mês, tendo como único objectivo pagar contas.

Não há verbas para garantir a investigação arqueológica, para manter o Museu, para a vigilância aos núcleos de Arte e do próprio Museu,
não há viaturas,
não se procuraram fontes alternativas de financiamento.

não se sabe muito bem quem preside a esta fundação, nem quem dirige o Parque-Museu, dado que o Conselho de Administração se encontra em missão transitória há ano e meio.
A indecisão é total.


O Estado português tem virado as costas a um Bem que é primeiro nosso e depois de toda a Humanidade.

Etiquetas:


 

42 anos depois


À liberdade em nossas mãos achada
nosso olhar desceu.
Que faremos com esta dádiva?
 Que fizemos?

Portugal Pessoa, Mensagem.

Etiquetas:


26.4.16

 

Crepúsculos amarelos


Álcool

 “...Volteiam-me crepúsculos amarelos
 Mordidos, doentios de roxidão 
...
Batem asas d'auréola aos meus ouvidos,
 Grifam-me sons de côr...

Mário de Sá Carneiro  (Lisboa,1890 — Paris, 26 de Abril de 1916)  (in Dispersão)

Etiquetas:


19.4.16

 

Mal pela raíz

Isabel dos Santos diz que Governo tomou medida "parcial" no caso BPI

* Tem razão; devia ter tomado uma medida radical.

Etiquetas:


 

Projecto estranho, processo estranho


Qu'é dos pintores do meu país estranho,
onde estão eles que não vêem?

1. Há um grupo de pessoas a passar 24 horas no Aeroporto de Lisboa para recolher fundos.
O Projecto Amélia angaria fundos para que as crianças no Myanmar/Birmânia possam ter tratamento hospitalar. É que neste país, em cada 100 crianças com cancro, apenas 10 recebem tratamento. Mais de 90% morre sem tratamento ou cuidados paliativos. E €25 são suficientes para transportar uma criança para o hospital e dar-lhe esperança.  

O Ciclone Nargis veio agravar uma situação humanitária já muito complicada num dos países mais pobres do continente asiático. Permanentemente assolada por fenómenos climatéricos extremos (sobretudo inundações e seca), 33% da população de Myanmar vive abaixo do limiar da pobreza (o PIB per capita é de somente 1900 USD/ano e uma inflação de 40%/ano) e tem uma das mais elevadas taxas de mortalidade infantil do continente. É igualmente uma zona endémica, sendo a febre tifóide, o dengue, a malária e doenças causadas pela água contaminada, como diarreias bacterianas e protozoárias, ameaças recorrentes.

Etiquetas:


17.4.16

 

Tem sempre o que quer?



Que fiabilidade têm os dados dum inquérito sobre “carências alimentares” que inclui perguntas como: 

Razões pelas quais nem sempre come o suficiente
  nem sempre tem os alimentos que quer ou precisa.

Os inquiridos poderão saber o que “querem” mas não o que é “suficiente” ou o que “precisa”; haverá alguém que “nem sempre” coma o que quer?

Etiquetas:


 

staple activity


Nesta vida de pouca actividade e abundante fécula..
Aquilino Ribeiro Geografia Sentimental 1951
A obesidade é um grave problema português associado à falta de actividade física que, não sendo de agora, tem aumentado muito.
A última peça publicitária da Staples (excelente com quase todas) não ajuda a frenar o flagelo.
Um chefe de escritório nota que um empregado está mais magro e procura saber a causa; o empregado explica o facto por ter de ir muitas vezes à impressora.
- Vou à Staples encomendar uma impressora só para ti.

Etiquetas:


16.4.16

 

A dose of reality for the anti-vaccine movement.


This study evaluates the potential association of vaccination and death.
CONCLUSIONS: Risk of death was not increased during the 30 days after vaccination, and no deaths were found to be causally associated with vaccination.                     Pediatrics 2016


Etiquetas:


15.4.16

 

Às tiras


Novo formato

E
.
X
P
R
E
S
S
O

Etiquetas:


 

A doença azul da economia portuguesa


Sociobiologia atrevida
Falcatruas 1, má Fortuna, consumo ardente
em nossa perdição se conjuraram.
Falcatruas e Fortuna sobejaram,
que para nós bastava sobriamente.

"Não acredito muito que a economia possa crescer pelo mercado interno, em economias muito abertas como a nossa perde muito pelas importações" Daniel Bessa

 Com o aumento do consumo interno, as importações também aumentaram.
As exportações portuguesas cresceram (+0,8%), mas não o suficiente para compensar a subida das importações (5,3%) 

* A tetralogia de Fallot é uma doença congénita do coração em que parte do sangue venoso em vez de seguir para os pulmões para ser oxigenado, regressa azul à grande circulação. Este atalho da pequena para a grande circulação compromete toda a economia metabólica do organismo. O esforço cardíaco é contraproducente, o doente ficará ainda mais cianótico (azul).

1. A sequestração esplénica é uma acumulação maciça de sangue no baço que não o liberta mesmo que haja necessidade. Um offshore

Etiquetas:


14.4.16

 

Equidade para as crianças



A posição de Portugal em matéria de desigualdades relativas nas diferentes áreas analisadas no relatório é a seguinte:  

· Rendimento – 33º em 41 países;
· Aproveitamento escolar – 19º em 37 países;
· Problemas de saúde sinalizados pelos adolescentes - em 35 países;
·  Satisfação com a vida - 18º em 35 países  (da UE/OCDE)

Apesar da grande “desigualdade de rendimentos” (Portugal é o 33.º mais desigual em 41 países ricos para os quais há dados disponíveis sobre rendimentos das famílias com crianças), no que se refere a problemas de saúde sinalizados pelos adolescentes (11 a 15 anos) é o 7.º em 35 países ricos.

Etiquetas:


 

Todos suspeitos enspoc


Quantos mais, melhor

As companhias aéreas passam agora a registar os dados pessoais de todos os seus passageiros.

todo indivíduo são é um doente que se ignora ...”
                                   Jules Romains,  le Triomphe da la Medicine.

Etiquetas:


13.4.16

 

Estatistiquês


Previsão de longo prazo  
Temperatura média semanal
Nas semanas de 25/04 a 08/05 não é possível identificar a existência de sinal estatisticamente significativo.                                                  IPMA 
* Não seria possível traduzir? 

As raparigas, em particular entre os 13 e os 15 anos, tinham mais probabilidade do que os rapazes de estar na base da distribuição relativamente à satisfação com a vida.                 UNICEF

Etiquetas:


12.4.16

 

Calorias vazias


Sociobiologia atrevida


2008 USAThe Collapse of Lehman Brothers.
Ano em que a taxa de obesidade feminina mundial superou a da magreza.

* Consideram-se de "caloria vazia" aqueles alimentos ricos em calorias mas pobres em nutrientes.

2011 Europe In 2011 A Worse Crisis Than The US In 2008 

Ano em que a taxa de obesidade masculina mundial superou a da magreza.





Etiquetas:


 

Bases genéticas da resistência à tentação


Sociobiologia atrevida
À pesca das bases genéticas que não deixam cair em tentação.


120 rusgas, que envolveram 200 agentes da PJ
e presos 15 suspeitos
The Resilience Project with a unique vision that by studying (hundreds of thousands) of healthy adults, scientists might find rare individuals who are unaffected by genetic variants (hundreds of Mendelian disorders) that should induce disease . 
Infelizmente “none of the 13 final candidates could be contacted. It will be impossible to determine whether these people are truly resistant to disease.” 
* Como na justiça, absolvidos por falta de provas.

Etiquetas:


11.4.16

 

Como soía

Temperatura mínima em Março foi a mais baixa dos últimos 32 anos

Os valores médios da temperatura máxima e da mínima foram inferiores ao normal.

Fevereiro mais quente desde que há registo

E afora este mudar-se cada dia
outra mudança faz de mor espanto,
que não se muda já como soía.
 

Luís Vaz de Camões, há 500 anos

Etiquetas:


 

Não trabalhes, acredita Portugal


Acredita PORTUGAL.
Olha que não há mais metafísica no mundo senão acreditar.






Etiquetas:


 

Da ocultação expressa


As sociedades offshore são o contrário disso. 
São o vírus da invisibilidade. 


da invisibilidade, da ocultação
Da ocultação do património, da riqueza….


Etiquetas:


10.4.16

 

Pornografia


A dependência do consumo de pornografia – hoje muito facilitado – afeta de forma inquietante a virilidade e o desempenho sexual.
Os efeitos são devastadores para uma nova geração de homens que cresceu com acesso ilimitado e gratuito a sites hardcore. E como isso prejudica as relações e, sobretudo, a performance masculina. Surpreendido?

* Era o que se dizia da masturbação.

Etiquetas:


 

silogismo com muitas premissas


1. A OMS estima que 952 mil portugueses (9,2%) sejam diabéticos, números inferiores aos do Observatório Nacional da Diabetes (13,1% - 1356 mil portugueses) a que se juntam mais de 2 milhões de pessoas com pré-diabetes.

A prevalência da doença tem vindo a aumentar nas últimas décadas.
2. O relatório indica que bem mais de metade (60%) dos portugueses tem excesso de peso (quase 1/4 - 22,1% - são obesos). 
3. Mais de 1/3 (37,3%) têm pouca atividade física.
4. Os portugueses gastam actualmente o dobro do dinheiro que gastavam quando Portugal aderiu à CEE e o consumo ‘per capita’ escalou ininterruptamente.

5. Portugal recebeu 9 milhões por dia em fundos comunitários

6. A dívida das famílias portuguesas equivale a 82,6% do PIB no final de 2014; era de 86,9% em 2007. 

Isto nada teve a ver com 
   a nossa cupidez,
   a nossa desbragada vontade consumista,
   a inconsciência de vivermos acima das nossas possibilidades
                                                                                   q.e.d. Nicolau Santos et al


Etiquetas:


9.4.16

 

As palavras dos publicitários tornam-nos maiores do que somos


As palavras nunca são inócuas…
São como setas. Depois de saírem já não voltam atrás.
                                                                           Nicolau Santos
1. Tinha sido a nossa cupidez,
   a nossa desbragada vontade consumista,
   a inconsciência de vivermos acima das nossas possibilidades
                                                                                      Passos Coelho/Cavaco
2. “A poesia é um contrapoder absoluto”
                                                                  Alegre
 E as palavras dos poetas* iluminam-nos e
         tornam-nos maiores do que somos.
                                                                                                        Nicolau Santos

* Dos poetas e dos publicitários:
"Há mar e mar, há ir e voltar". O’Neill
“Primeiro estranha-se…depois …”. Pessoa

J. Abel Manta
3. Ouvimo-los ou lêmo-los …
 E a gente, mesmo sem querer,
 entra no estabelecimento e compra
— louvado seja o Senhor! — 
o que nunca tinha pensado comprar.
                                                                     Gedeão
Acima das nossas possibilidades.


Etiquetas:


 

Todo-o-Mundo quer paraíso fiscal e Ninguém paga o que deve


À rédea solta
1. Tudo aquilo para que os offshores servem é para esconder dinheiro e os seus proprietários, para esconder a origem do dinheiro, através de um conjunto de fachadas anónimas que depois vão desaguar aos grandes bancos sediados na Suíça ou em Londres.  JPP

Todo o Mundo:
Eu hei nome Todo o Mundo
e meu tempo todo inteiro
sempre é buscar dinheiro
e
 sempre nisto me fundo.

Ninguém:
Eu hei nome Ninguém, 
e busco a consciência.

Belzebu:
Esta é boa experiência:
Dinato, escreve isto bem. 

Dinato:
Que escreverei, companheiro?

Belzebu:
Que ninguém busca consciência. 
e todo o mundo dinheiro. 



Todo o Mundo:
E mais queria o paraíso, 
sem
 mo ninguém estorvar.
Ninguém:
E eu ponho-me a pagar
quanto devo para isso.
 
Belzebu:
Escreve com muito aviso.
Dinato:
Que escreverei?
Belzebu:
Escreve
que todo o mundo quer paraíso
e ninguém paga o que deve.
Gil Vicente. "Todo o Mundo" e "Ninguém", Auto da Lusitânia 1532. 

2. Todo-o- Mundo: O essencial é que eles são mais uma manifestação normal da liberdade económica e da luta contra a prepotência dos Estados e das políticas “socialistas” dos altos impostos..."sem mo ninguém estorvar."
3. Captura ... da política em democracia pelos interesses financeiros globais, pela banca, pelos “mercados”.
4. A solução da questão dos offshores é simples, se tivermos vontade para a aplicar. Trata-se de comparar o dinheiro dos offshores com o dinheiro dos terroristas.  JPP

Etiquetas:


Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017   06/2017   07/2017  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter