alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

27.8.19

 

O povo para amostra



 “Os eleitores vão decidir se desejam uma mulher negra no Parlamento” Joacine Katar Moreira.

a)  Joacine nasceu em 1982 na Guiné-Bissau já independente, mas vive em Portugal desde os 8 anos, para onde a avó, enfermeira, a mandou estudar.
b)    “agarrou-se à História pela vontade de um dia poder ajudar a reescrever a do continente onde nasceu”
c)    aguarda “defesa de tese de doutoramento (ISCTE) em Estudos Africanos, com o título A cultura di matchundadi (masculinidade/ virilidade) na Guiné-Bissau: Género, Violências e Instabilidade Política.”
d)    “Por essa altura, já a sua terra tinha passado a ser esta (Portugal)". Agora é candidata pelo LIVRE a deputada à AR portuguesa e “Os eleitores (portugueses) vão decidir se desejam uma mulher negra no Parlamento” 


Manuel Carvalho (A política feita às fatias) já criticou o erro político desta perspectiva*; eu acrescento outro:

Prevejo que esse seja tema da sua investigação post-docComo utilizou os conterrâneos natais como amostra da “cultura di matchundadi (masculinidade/virilidade) na Guiné-Bissau” “pela vontade de um dia poder ajudar a reescrever a história do continente onde nasceu” para enriquecer o seu curriculum em Portugal (“terra que tinha passado a ser sua”), temo que reincida, servindo-se dos seus actuais conterrâneos como amostra para objectivo semelhante.

"Os vampiros" na versão Estudos Sociais:
Vêm em bandos com pés de veludo
...
Se alguém se engana com seu ar sisudo / E lhes franqueia as portas à chegada
Eles investigam tudo, eles servem-se de tudo, / Eles levam tudo e não deixam nada [bis]

1. “... os programas de  desenvolvimento ... perturbam tudo à sua passagem e conduzem ... mais a efeitos perversos do que a benefícios...; e as populações locais, atacadas de todos os lados, se vêem implicadas em projectos que visam mais obter resultados em função dos objectivos dos planeadores do que dos seus próprios objectivos.”
Ruy Duarte de Carvalho, Actas da Maianga. Cotovia 2003

2.  uma vez mais, os pequenitos da Guiné terão sido usados como cobaias - guinea-kids



* O que essa declaração ... nos diz é que, nesta nova forma de ler o mundo, o voto dos cidadãos não serve para dar forma a uma ideia de país (ou do mundo), mas para eleger deputados em função da sua cor – ou do seu género, ou da sua orientação sexual. O que nos é proposto é que abdiquemos de uma visão transversal dos problemas e nos detenhamos numa das suas infinitas, embora graves, fatias.



E eu que pensava votar Livre.

Etiquetas:


17.8.19

 

Manifesto fraccionista



Greve das minorias fractéis

Sindicatos de todo o mundo, fraccionai-vos!
Só fracturando podereis sacar algum.
(Os outros que se lixem.)

Etiquetas:


16.8.19

 

É no que dão as tácticas oportunistas



É no que dão as tácticas oportunistas.
1. Os camionistas a defender a nossa democracia. 

2. O Governo dizia querer fazer a arbitragem do conflito, mas não mostrou distanciamento para ser um bom árbitro.  

3. "Nunca como hoje o Governo, os partidos da esquerda, os partidos da direita, a imprensa e até o Presidente de República se colocaram de forma tão clara e deliberada do mesmo lado da barricada."

4. Governo que encenou "a mais acabada operação de agitação e propaganda de um Governo tendo como pano de fundo uma greve de camionistas. ... com vista à conquista do eleitorado da direita órfã e obtenção de um propulsor para a maioria absoluta".


Final: 
a) O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas pediu a mediação do Governo para resolver o conflito que opõe trabalhadores e patrões... 15.8.2019 

 b) ... anunciou estar disponível para suspender temporariamente a greve. 16.08.2019

*Entradas de leão; saídas de sendeiro - às arrecuas, de vénias para o Governo.


Etiquetas: ,


15.8.19

 

Pardal H guiando os camionistas



Os camionistas a defender a nossa democracia
prima para ampliar

É uma tarefa colossal para um punhado de homens, mesmo que determinados. A sociedade portuguesa, e à cabeça todos os sindicatos democráticos, não os devem deixar sós.

Raquel Varela



Etiquetas:


14.8.19

 

Linguagem simples e clara



Tribunais obrigados autilizar linguagem simples e clara

Evitar a linguagem cifrada que recorre a muitos termos técnicos e rebuscados que dificultam a compreensão da mensagem.

* E também jornalistas, médicos, advogados, políticos, psicólogos, sociólogos, divulgadores de ciência…

Etiquetas:


 

Pardal Henriques a Bastonário


Pardal Henriques (pH) anuncia: “Ninguém vai cumprir nem serviços mínimos nem requisição civil”. 
Motoristas boicotam serviços mínimos em Matosinhos. Há 14 casos em que não foi cumprida a requisição civil – todos por motivos de baixa médica.

Etiquetas:


12.8.19

 

O jornalismo como primeiro esboço da História


Os marinheiros de Ulisses foram transformados em porcos com o vinho e o queijo que Circe, a feiticeira, lhes ofereceu. Rui Tavares  
“... les bourgeois c’est comme les cochons” (Brel).
Mais tarde recuperaram a memória; e a razão?
* Nós, os marinheiros de hoje também estamos bêbedos de consumo e empanturrados de informação, muita para-factual e enviesada. Não admira que a nave adorne; na ressaca acordaremos com a boca a saber a papel de jornal, sem saber como foi possível termo-nos deixado enganar outra vez por Circe, cujo editorial de hoje (... sem vergonha nenhuma) servirá de fonte (vinho) e queijo aos historiadores de amanhã.

Etiquetas:


11.8.19

 

Chineses, angolanos, tugas ...



Este admirável mundo novo parecia habitado exclusivamente por chineses * carregados de sacos de plástico, sacos de papel, sacos de todas as marcas e tamanhos, cada pessoa com vários sacos atafulhados uns contra os outros no elevador estreito. Alguns destes sacos eram de marcas ocidentais caríssimas, Montblanc, Bulgari, outros eram de plástico de supermercado e deles despontavam bananas e sopas instantâneas. No elevador, seguíamos apertados. As pessoas desconheciam a ideia de esperar por outro elevador e entravam todas ao mesmo tempo, acotovelando-se e barafustando, empurrando-se com violência. Em Hong Kong*, tudo é estreito quando se trata de acomodar a forma humana. Durante o pequeno-almoço, as pessoas dos sacos comiam as sopas translúcidas de uns copos de papel que tinham comprado num 7-Eleven, renegando o croissant e os ovos mexidos, renegando a oferta do pequeno-almoço chinês* do hotel, limitando-se a ocupar as mesas. Alguns viam telenovelas num telemóvel enquanto comiam, de boca aberta de espanto, com o som altíssimo, de modo a que o resto dos hóspedes não perdessem a intriga intercalada por silvos musicais. E arrotos. Os ocidentais, enjoados, fingiam que não estavam ali.
À noite, o espetáculo de fogo de artifício na famosa skyline, …, tinha magotes de chineses* plantados com equipamentos de filmagem e tripés, acampados desde madrugada para arranjar lugar na frente. A paciência desta gente é inquietante. ….. Pela primeira vez, assustei-me com a demografia. O ar era irrespirável. Até o bar do topo do Hotel …. tinha mudado e apresentava agora uns néons roxos que estragavam as caras. Mais gente com sacos, de marcas ainda mais caras. Bottega Veneta, Chanel, Louis Vuitton, por aí fora. A elite dos telemóveis com diamantes.
Eis as respostas. Os mainlanders*? No Natal? Chegam com avidez e compram tudo o que mexe. São rudes e brutais, materialistas como nunca se viu, nem mesmo em Hong Kong*. Gastam milhões de dólares. Invadem a cidade, e nós desaparecemos, fugimos de Hong Kong*. Temos-lhes ódio. Não falam, rosnam, não sabem comportar-se. Metem medo. Sobretudo o materialismo insano. Só compram as marcas mais caras. São fetichistas e viciados. Em Macau* jogam e aqui compram. As marcas impingem-lhes tudo. Vivem desta gente que nunca se educou. Num dia estavam a esgaravatar a terra e no campo de reeducação e no dia seguinte estavam ricos e capitalistas.
Clara Ferreira Alves (na véspera da greve do sindicato assessorado)

Nota: onde se lê chineses mainslanders, poderá ler-se *vampiros do Zé Afonso, as novas Gloriosas Famílias do MPLA, os tuga …"; onde se lê Hong-Kong poderá ler-se qualquer cidade global; onde se lê Partido Comunista, deverá ler-se Partido Consumista.
Este é o "Oriente donde vem tudo, o dia e a fé..."?


Etiquetas:


8.8.19

 

Alerta


Alerta global: a Terra não aguenta mais. E onde estão os postos de combustíveis disponíveis no dia da greve?
[no-reply@publico.pt]

Etiquetas:


 

Resgate de reféns


Filme moçambicano "Resgate" chega hoje a Portugal no auge duma ameaça de greve que nos faz a todos reféns de compreensíveis reivindicações salariais de uns tantos.
"Resgate" inspira-se em raptos que aconteceram no país e à sua teia de sequestros.

Etiquetas:


7.8.19

 

Linguagem gestual


Uma imagem que não precisa tradução

Etiquetas:


 

História sociogeológica


Sociogeologia atrevida
Noções de geologia:  
Rochas magmáticas, sedimentares e metamórficas
Processos geológicos endógenos: vulcanismo, terramotos, orogénese (movimento horizontal), epirogénese (movimento vertical).
A pressão das forças internas provoca a fractura (ou a formação de falhas) e o elevação ou rebaixamento do terreno na superfície.      Anticlinal.

Prima por ampliar
Prima para ampliar




Etiquetas:


Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017   06/2017   07/2017   08/2017   09/2017   10/2017   11/2017   12/2017   01/2018   02/2018   03/2018   04/2018   05/2018   06/2018   07/2018   08/2018   09/2018   10/2018   11/2018   12/2018   01/2019   02/2019   03/2019   04/2019   05/2019   06/2019   07/2019   08/2019   09/2019   10/2019  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter