alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

31.5.11

 
Hoje é o último dia do Mercado do Bom Sucesso
* É triste mas os mercados que me agradam não tiveram sucesso em Portugal.

Etiquetas:


 

Regresso da Turquia 14

Estes são os mercados que me encantam, com limites claros entre o bazar e o resto. Aceitaria jogar nesta Bolsa, coroada por uma simbólica curva de Gauss aleatória.

Etiquetas:


30.5.11

 

Regresso da Turquia 13


Estes são os mercados que me encantam. Não necessariamente para comprar mas para fruir; menos desprendido que o grego.

.

Etiquetas:


 


Regresso da Turquia 13

Istambul;; estes são os mercados que me encantam.

A castanha e o milho; apenas um intermediário artesão entre o produtor e o consumidor.

Etiquetas:


 
Regresso da Turquia 12


Os bazares


Estes são os mercados que me encantam; cheios de gente e de oferta mas onde não há encontrões - por entre a multidão passam bandejas com chávenas de chá que chegam cheias ao cliente.

Especiarias e doces, tapetes e jóias dispostos com jeito e arte; sedução q.b.

As colheres e os cartuchos de papel pardo; material reciclável.

Etiquetas:


 


Regresso da Turquia 11
O bazar das especiarias


Foi em demanda destas espécies que dobrámos o cabo.

Etiquetas:


27.5.11

 
Regresso da Turquia 10
.
O império romano já se havia cindido entre o Ocidente (Roma) e o Oriente (Constantinopla) desde a morte de Teodósio (395) que havia instituído o cristianismo como religião oficial do Império. Há mil anos (1054) deu-se o cisma entre Roma católica e Constantinopla ortodoxa; eram imperadores Constantino IX e Zoé ou vice-versa.
Cinco séculos depois, Roxelana irá fazer algo semelhante com Solimão, o Magnífico.

Etiquetas:


26.5.11

 
Metade dos passageiros gregos não paga bilhete nos transportes públicos

Eu sou devedor ao Estado
O Estado me está devendo.
O Estado paga-me mal
Eu pago ao Estado em podendo.
De A. Aleixo

Etiquetas:


 
Regresso da Turquia 9
.
Em 1453, Constantinopla foi tomada pelos turcos do sultão Memet II que profanou a basílica entrando nela a cavalo. Transformada em mesquita, tornou-se o modelo delas; curioso facto ecuménico.

Para tal houve que apagar os ícones cristãos, cobrindo-os com gesso; para os muçulmanos, Cristo é um profeta.

Assim quando a mesquita foi transformada em museu (1935) foi possível rever os magníficos mosaicos bizantinos, bastando raspar o gesso.
Um acto cívico.

Etiquetas:


 
Regresso da Turquia 8
.
. A abóbada é o exemplo supremo do arrojo da arquitectura clássica de que o arco é a forma elementar. A arte de usar a força da gravidade para manter a abóbada, contrariando os seus efeitos destruidores.
Parece que a grande cúpula central terá ruído uns anos depois; a actual é uma reconstrução (558). As paredes aguentaram bem o peso mas não a força centrifuga gerada pela cúpula.
. Para evitar novo colapso, ergueram monstruosos contrafortes que a suportam há séculos mas afogam a estrutura e desfeiam o exterior.



Genial foi a solução de assentar uma meia esfera num quadrado - os pendentes com a intercessão de um anjo iconoclasta.

Não conseguiram a quadratura do círculo mas o seu inverso.

Etiquetas:


25.5.11

 
Regresso da Turquia 8
.
Ultrapassado o sufoco há que fruir o espaço e o ambiente, a beleza sóbria da decoração – a harmonia dos mosaicos bizantinos com a pintura otomana das abóbadas – bem iluminadas pelas inúmeros óculos na base das cúpulas,
apenas perturbada pela luz rasteira dos escusados candelabros pendentes do tecto por inevitáveis cabos.
(prima par ampliar)

Etiquetas:


 
Regresso da Turquia 6
.

A enorme cúpula sufoca quem lá entra; a imagem da abóbada celeste em noite de lua cheia. Um céu muçulmano com os gomos dos fusos horários na hora de Meca.
Foi sagrada em 537, exactamente mil anos antes da transferência definitiva da universidade portuguesa para Coimbra (D. João III) – já Constantinopla era Istambul, sob Solimão o Magnífico - 1400 anos antes de eu nascer.
(Prima para ampliar)

Etiquetas:


 
Regresso da Turquia 5

Istambul é a porta da Ásia; uma metrópole à beira mar em dois continentes – onde a Europa acaba e a Ásia (Menor) começa. Como em Lisboa, duas pontes sobre o Bósforo (o seu Mar da Palha) a unem à outra margem.
A primeira é de 1973, muito semelhante à 25 de Abril.


.

.Foi em Constantinopla que, há milénio e meio, um imperador romano cristão, Justiniano, mandou construir o maior templo cristão da época, dedicado à divina sapiência (Άγια Σοφία); como séculos mais tarde, e por razões semelhantes, a rua da Sofia em Coimbra.

Etiquetas:


 
O silêncio de Teixeira Santos
O PS terá tido as suas razões para o não incluir nas listas.
Os media têm o dever de procurar ouvir Teixeira Santos.
Teixeira Santos deve explicações aos portugueses.
Não mais tarde; já.

Etiquetas:


 
Uma questão de perspectiva




Não percebo a polémica que os graffiti do PC nas escadas monumentais de Coimbra desencadearam.


Tudo o que seja para eclipsar aquele monstro é bem-vindo; ainda para mais quando terá sido usada tinta de água que as primeiras chuvas farão escorrer para a valeta.
Que mais adequado para um comício político?

Etiquetas:


24.5.11

 
"Não somos anti-sistema. O sistema é anti-nós".
"Porqué manda el mercado, si yo no le he votado?"
* É o que acontece com a força da gravidade, a respiração aeróbica, as trovoadas e a chuva, o gelo e os vulcões ou a deriva dos continentes; ninguém votou as leis da física ou da fisiologia. E Pur Si Muove!
É a força da gravidade que mantém, há séculos, o arco romano de Bobadela que a desafia.

Etiquetas:


 
Regresso da Turquia 4
.
Da grega Bizâncio a Constantinopla, capital do Império Romano, da cristandade e da Europa Unida (até ao Danúbio).
Para resolver definitivamente o problema logístico da distância entre a capital e as principais frentes militares da época, o imperador romano Constantino reconstruiu a antiga cidade grega de Bizâncio, chamando-a de Nova Roma (330). Tratava-se, no entanto, de uma cidade puramente cristã. Os templos pagãos de Bizâncio foram preservados, mas neles foi proibido o culto dos deuses. Após a morte de Constantino, Bizâncio foi crismada
Constantinopla, tendo-se gradualmente tornado a capital permanente do império.
.
Após ter unificado o mundo romano, Constantino convocou o
concílio de Niceia, (actual İznik, origem dos melhores azulejos da Turquia) para unificar a Igreja cristã. O Édito de Constantino (321) determinou oficialmente o domingo como dia de repouso, a que se regressou com Ataturk.
Com
Teodósio I o cristianismo torna-se única religião legal (395) até à conquista pelos turcos otomanos (1453).



Foi sob Teodósio II que se construiu a muralha que vai do Mar da Mármara até à cornucópia (Corno de Oiro), (412-422). Uma das 11 portas. (Prima para ampliar)

Etiquetas:


 
Campanha
"É preciso votar, mas não no gato preto ou no gato branco".
Não dêem de comer aos pombos
Campanha do pelouro do Ambiente pede que não alimentem também gaivotas e gatos vadios.

Etiquetas:


23.5.11

 
Mais do mesmo em vez de melhor

Passos Coelho defende redução de feriados, apoiado pela CIP e criticado pela esquerda.
Novas Oportunidades
Teste de Físico-Química do 9.º ano identificava planetas do sistema solar e depois pedia a alunos para dizerem
quantos são.
Ser política oculta do Estado para a educação a formação de alunos cultos em
facilitismo.
O cabo partiu-se
Ana Rita caloira de Direito, viveu a queima das fitas intensamente e estava radiante por participar no Dia da Defesa Nacional. Ao descer de uma torre de slide, o
cabo partiu-se e Ana Rita morreu.
* O cabo “partiu-se”; forma curiosa de atribuir a responsabilidade ao cabo. Tratando-se de hierarquia militar, é normal culpar o menos graduado.

Produtividade
Os alemães trabalham menos horas, têm mais férias e reformam-se mais cedo porque podem!
Mesmo com estas diferenças abissais - que mostram que despendemos mais 70% do nosso tempo a trabalhar do que os alemães, produzimos muito menos.
A nossa produtividade é tão baixa que precisamos de duas horas para produzir o mesmo que um alemão produz numa. A produtividade por hora trabalhada (tendo como base o PIB medido em
paridades do poder de compra em 2009) na Alemanha é de 110 e em Portugal é de 56,7 pontos (sendo 100 a média da União Europeia).
E isto acontece porque temos um Estado demasiado ineficiente, uma qualidade de gestão que deixa muito a desejar, e uma larga maioria de trabalhadores que se preocupa mais em beber café, discutir o jogo da bola, andar pelas redes sociais e culpar o patrão pelo seu próprio triste fado do que em trabalhar.
J Vieira Pereira. Expresso 21-5-2011

Etiquetas:


 
Regresso da Turquia 3

. As relações históricas de Portugal com a Turquia foram sempre hostis; tanto as conquistas no Norte de África como o domínio do Índico visavam o mesmo objectivo.

1. D. Pedro, o das “sete partidas”, participou na conquista de Ceuta (1415). No regresso, o pai D. João I fê-lo duque de Coimbra. Sentindo-se desaproveitado, entre 1418 e 1428 viajou à Palestina. Combateu os turcos na frente oriental da Europa, pelo que o Imperador da Hungria lhe concedeu o feudo de Treviso, que fazia fronteira com o Império otomano
.
2. Na Batalha naval de Diu (1509), a frota do vice-rei Francisco de Almeida destroçou a armada do sultão do Cairo (“o soldão da Babilónia”) onde participaram os temidos “rumes”, nome que designava os turcos da mesma forma vaga com os brasileiros designam os emigrantes de Próximo Oriente.
Depois que os turcos derrotaram os persas (1514), tomaram o Cairo (1517) tentaram afastar os portugueses do Índico mas falharam. Um dos almirantes turcos chamava-se Reis.
Mas continuaram a ameaçar a Áustria e no Mediterrâneo.
3. Na decisiva batalha naval de Lepanto (1571) não houve participação portuguesa mas em 1535 havia sido decisiva na tomada de Tunis ao Barba Roxa, almirante do sultão turco; uma esquadra portuguesa com o navio mais célebre da época, o galeão S. João, o Botafogo cujos 366 canhões cortaram a fortíssima cadeia que impedia o acesso ao porto de Goleta o que permitiu a tomada de Tunis.
A cena está gravada a fresco (mestre Francisco de Campos, 1578) nas abóbadas do Palácio dos Antigos Condes de Basto (Fundação Eugénio Almeida) em Évora.

4. Simultaneamente havia portugueses aliados do sultão de Istambul. A famíia Nasi (Curioso apelido de uma família judia; o Alfredo Rasteiro chama-lhe Nasci) banqueiros judeus expulsos de Portugal, refugiaram-se em Istambul onde financiaram a Sublime Porta contra a Europa cristã e, em especial, contra o Papa Paulo IV, um fundamentalista. O sultão era Solimão, o Magnífico, contemporâneo de D. João III.

O seu sucessor, Selim II, bom copo, era amigo de José Nasi que, entre outros favores, lhe fornecia vinho. O sultão retribuiu com o título de Príncipe europeu e o governo da vinhateira ilha grega de Naxos, com o título de Duque. Catherine Clement. A Senhora. ASA.

Etiquetas:


22.5.11

 
Regresso da Turquia 2


Istambul, Constantinopla, Bizâncio. Terras mitológicas – o Ponto Euxino, onde os argonautas iam em busca do velo de oiro, Tróia, na boca dos Dardanelos, (o Helesponto da mitologia), a cornucópia (Corno de oiro).
E, mais recente, na era do petróleo, a
Campanha de Galípoli (Dardanelos) onde a Entente foi derrotada na primeira Grande Guerra e Yalta, onde os três grandes dividiram a Europa e o Mundo, 500 anos depois de Tordesilhas. Num e noutro a França ficou excluído desse testamento de Adão. E, falando de petróleo e do Mar Negro, foi de lá que veio Calouste Gulbenkian, o Sr. 5%.
E ainda Ataturk, um homem que aproveitou as ruínas dum império para criar um país – laicidade, descanso ao domingo, novo alfabeto, eleições, proibição do lenço islâmico.


E também as magníficas ruinas greco-romanas na "Ásia Menor".

(prima para ampliar)

Etiquetas:


21.5.11

 
Debate político
..
Um debate em forma de concurso televisivo. As mini-entrevistas á entrada da entrevista; as perguntas parvas: Preparou-se para o debate? Está nervoso? Qual o truque? a que os candidatos a primeiro ministro não se escusaram a responder.
Em causa a popularidade e não o sentido de responsabilidade.
Twitómetro mede popularidade dos candidatos
O mundo mediático vive do imediato em directo. Candidatos a primeiro ministro avaliados pelo desempenho duma cena em palco como se fossem candidatos a estrelas do espectáculo. E aceitam participar; e aceitam as regras do jogo – como se fora um combate de boxe virtual.

Etiquetas:


20.5.11

 
Regresso da Turquia 1
.
. Quase todos os meus amigos já tinham ido à Turquia pelo que desafiámos os restantes e viemos de lá agora. Encantado com a Turquia histórica e a actual.
De Lisboa a Istambul, de ponta a ponta da Europa indo do poente para o Oriente.
Ir ao “Oriente donde vem tudo, o dia e a fé”, contrariando o movimento da Terra sempre foi o anseio histórico português, coarctado por Castela. Houve que contornar a África, que o Mediterrâneo era pequeno e estreito e acabava logo no Levante, mouro, turco e venezo; a costa de África, Cabo Verde e o Brasil foram escalas ou sucedâneos do sonho indiano.
Todos os outros povos europeus foram no sentido contrário - o dos ponteiros do relógio – os “bárbaros”, os turco e mais tarde, os espanhóis; os gregos, os romanos e os árabes irradiaram para um e outro lado.
.





A auto-estrada de Istambul a Ancara, e daí à fronteira leste, tem a sigla E 80 tal como a nossa; é a auto-estrada trans-europeia que liga Lisboa a Gürbulak. Muito mais carros pesados que ligeiros; mais marcas europeias que japonesas.

Boas vias com bons apoios tanto para hábitos europeus como para as abluções orientais.

Etiquetas:


 
Modern times




A chanceler alemã disse que nós - as bronzeadas cigarras - temos mais férias e nos reformamos mais cedo que as branquelas formiguinhas do Norte, as quais se esfalfam a trabalhar para nos salvarem da miséria. Um quadro publicado no Jornal de Negócios: afinal, não só a generalidade dos trabalhadores germânicos terá, mercê de acordos colectivos, 30 dias de férias - mais cinco que o máximo possível por exemplo em Portugal (a média na UE é 24,5) -, como o mínimo em vigor por cá (22) está muito próximo da média da UE (21,5, sendo que na Suécia, Luxemburgo, França, Áustria e Dinamarca é 25). Quanto à idade da reforma, a portuguesa (indexada à esperança de vida, o que significa que vai aumentando) e a alemã são actualmente iguais (65 anos). Fernanda Câncio

.
* É o que acontece quando se opta pelo processo mais fácil de avaliar em vez do mais pertinente. O número de horas de trabalho, de produtos, de aulas, do curso em vez da respectivos resultados – se se atingiram os objectivos e quais.

Etiquetas:


18.5.11

 
100€ por mês
Afirmam alguns economistas que se cada português consumir 100€ de produtos nacionais (em vez de importados) a economia crescerá acima de todas as estimativas e ainda criará postos de trabalho em Portugal!

* E se cada português deixar de consumir 100€ de produtos supérfluos por mês?
Curiosa economia que prefere o consumo ao aforro.

Etiquetas:


6.5.11

 
Uma tribo da Geração à rasca
.
Famosos queixam-se de ter sido abandonados pela TVI.
Há quem não tenha gostado da falta de apoio da produção, para além dos problemas de saúde que tiveram de enfrentar. Por isso, querem reunir-se com os responsáveis da estação de Queluz de Baixo para apurar responsabilidades...
"Prometeram aos famosos que ia ser uma coisa agradável e depois deixaram-nos no meio de nenhures". "Houve pessoas a desmaiar e não fizeram nada", relata a mesma fonte sobre o novo reality show. "PERDIDOS NA TRIBO".
As maiores vítimas deste choque ... tiveram quebras de tensão por falta de alimentação".

“Quebras de tensão”, jejum e desmaios a que “não fizeram nada”. Ainda não começaram as medidas duras do FMI e os problemas já começaram; aconteceu aos “famosos” para que se não diga que são sempre os mesmos a pagar as favas.
O que mais incomoda é que este queixume piegas de jovens adultos voluntários seja motivo de notícia; e que jornalistas se tenham prestado a servir de pé de microfone.

Etiquetas:


 
Tugalândia

... um parque temático ... de lazer dedicado à idade do ouro dos Descobrimentos portugueses.
Vai chamar-se Lusolândia e tem o apoio da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.

Historiadores escrevem guião a que a Disney dará vida.
*Depois do AllGarve, Lusolândia (como Ho, Is, Finlândia) é bem o nome apropriado para uma idade de oiro dos descobrimentos tuga com o apoio da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.
Nem Lusia (como Itál, Turq, Hungr, Gréc, Suéc, Russ, Cheq, Eslovaq, Estón, Letón, Lituân, Índia, etc) , só com duas sílabas e sem acento.
Tugalândia seria menos mau; tugulândia mais adequado com o tio Patinhas como rei.

Etiquetas:


 


............A quadriga

Etiquetas:


5.5.11

 
As medidas que não
José Sócrates enumerou as medidas que não vão acontecer.
Posso não
Posso não concordar com algumas medidas”, diz
Catroga.

Etiquetas:


 
Qual a probabilidade e com que intervalos de confiança?
Troika diz que pedir ajuda mais cedo poderia ter suavizado medidas
Se o país tivesse pedido ajuda há mais tempo talvez alguns aspectos do programa de ajustamento tivessem sido mais brandos, diz Jürgen Kröger, o responsável da Comissão Europeia.
*É o que se diz que diziam, pouco deontologicamente, alguns médicos.
Poderia e talvez dão para tudo; após os acontecimentos são escusados.

Ao utilizarmos
o futuro do conjuntivo, consideramos a existência do facto a que nos vamos referir como algo de incerto, duvidoso, hipotético, eventual, ou, mesmo irreal, absurdo.

Etiquetas:


4.5.11

 
Portugueses consomem remédios demais
.
1. A "prescrição racional não está ainda em marcha". Quanto à prescrição excessiva de fármacos (por enquanto, em Portugal só há prova da existência deste problema nos ansiolíticos), o especialista comenta: "É mais fácil actuar sobre os preços do que forçar os médicos a olharem para o seu padrão de prescrição".
2. Nota positiva merecem as medidas tomadas no campo dos medicamentos não sujeitos a receita médica, que conduziram a um aumento da acessibilidade geográfica, com a abertura das parafarmácias, e a uma maior acessibilidade via preço...

*Isto é, criticam-se (e bem) “os médicos” por não cumprirem uma "prescrição racional” mas elogiam-se as medidas que facilitam a venda de medicamentos no bazar.

Etiquetas:


 
Julgado, condenado e executada a sentença
.
Osama Bin Laden não estava armado quando foi morto, disse aos jornalistas o porta-voz da Casa Branca.
Director da CIA acredita que as fotos do cadáver de bin Laden serão divulgadas
.
Guevara, grande Che,
quão semelhante
acho teu fado ao meu, quando os cotejo!
Igual causa nos fez...

Etiquetas:


3.5.11

 
Peluches recuperam no Hospital do Ursinho
.
O Homem-Aranha estava a andar de skate, caiu e bateu com a cabeça. Valeu-lhe o pequeno João Tomás, que o levou ao Hospital do Ursinho e, como gente grande, não teve dificuldade em descrever os sintomas do super herói aos médicos da triagem: dores e «muita febre». Já no consultório, o senhor doutor colocou-lhe o termómetro, escutou-o com o estetoscópio, pôs-lhe uma faixa à volta da cabeça e «deu-lhe uma pica», contou o menino, do Jardim-Escola João de Deus. Patrícia Isabel Silva

* Uma história bem contada; para o ano irão primeiro ao Centro de Saúde do Ursinho para já não precisarem de ir parar ao hospital.

Etiquetas:


 
To give patients what they want not what they need
Dizer o que a audiência quer ouvir, não o que precisa ouvir.

1. O presidente da APEGSAUDE, Carlos Tomás salientou que o desperdício observável no sistema público português de saúde é no mínimo de de 50 %.
Os sistemas artificiais de organização do financiamento, a ausência de qualquer concorrência, a rigidez na gestão dos recursos, introduzem profundas distorsões e perversões. O investimento é mal aplicado e até desbaratado, a oferta é desajustada, altamente improdutiva e nada competitiva. E apesar do arrepiante desperdício à custa de que são obtidos alguns bons resultados em linha com os melhores países europeus, em muitas situações a qualidade dos resultados não está avaliada ou está abaixo dos níveis clínicos estabelecidos pela lei.
2. O desperdício no SNS é enorme mas o dos USA não é menor:
… estimates that up to
50% of U.S. healthcare spending could be classified as waste.
3. No estudo da OCDE "
In Health Care Systems: Efficiency and Policy Settings", Portugal aparece particularmente bem classificado quanto à eficiência do seu sistema de saúde: - Em termos de potenciais ganhos em termos de esperança de vida comparado com a média de crescimento da despesa no decénio 1997-2007 Portugal situa-se entre os países que mais investiram em saúde e que conseguiram atingir o potencial máximo de ganhos possível em termos de aumento de esperança de vida;
- Quanto aos ganhos de eficiência em termos de saúde quando relacionados com o crescimento da despesa "per capita", Portugal também se situa acima da média da OCDE, tanto em menor aumento de despesa per capita (8º menos gastador), como em melhores resultados potenciais em termos de eficiência projectados para o próximo decénio (2007/2017);
Perdoe-se o cinismo de um Keynesiano mas, tal como nas crises do capitalismo, garantir a sustentabilidade do SNS é reformar o SNS, não é entregar a saúde aos privados.
* O que me custa nesta campanha é que lhe demos bons pretextos.

Etiquetas:


 
SNS para doentes: para pobres como para ricos
.
A ideia populista de que os ricos devem ser penalizados pelo uso do SNS é o primeiro passo para a sua destruição.
Os ricos devem ser tratados exactamente como os pobres - nem pior nem melhor - e só assim a defesa do serviço público será uma preocupação de todos. Ao contrário do que pretendem alguns, só a igualdade no acesso promove a qualidade.
J. Vítor Malheiros.
.
Ambroise Paré (vers 1510-1590) aura répondu a Charles IX qui lui aurai dit:
-J'espère que tu me soignera mieux que tes maladaes d'Hôtel-Dieu.
-Non Sire, c'est impossible car je les soigne comme des rois
.

.
* É o que o SNS tem feito com as crianças: Em Portugal o rendimento familiar é dos mais baixos da Europa – 1,5 desvios padrão abaixo da média, tal como a Espanha, a Grécia e até o Canadá.
Mas apesar disso, não só consegue muito bons índices da saúde como estes distribuem-se equitativamnete: "countries with the highest median levels of health – the Netherlands, Austria, and Portugal – also have the lowest levels of health inequality ".
The Children Left Behind

Etiquetas:


2.5.11

 
Bin Laden crash
.
Morte de Bin Laden leva bolsas europeias para maior ciclo de ganhos em 10 meses.
Asian stocks up on news of Bin Laden death.
Crude Oil Drops Most in Two Weeks as U.S. Says Bin Laden Killed.
* Não se diga que os especuladores não se preocupam com a sorte das pessoas.

Etiquetas:


 
Osama Been Killed
.
Osama bin Laden had been killed
Osama Bin Laden was found and killed
Osama bin Laden killed

Obama anuncia que EUA mataram Bin Laden
Oussama Ben Laden tué
EE UU mata a Bin Laden

* Matar, tuer, kill. Há meio século, na minha instrução militar nunca se usavam tais palavras; só neutralizar, abater, por fora de combate ou eliminar.

Era um eufemismo mas tinha lógica – visava-se a acção, não o agente.

Etiquetas:


 

Sãos
No dia em que se beatificava o Papa a quem se atribuía a queda do Muro foi abatido Ben Laden, o demónio; para que se não pusesse em causa o poder taumaturgo do beanto.


.















Se Nuno, Iago, Miguel e Catarina são santos, porque não João Paulo II?
Stª Catarina domina o Samorim mouro, Arco dos Vice-Reis, Goa.

S. Miguel neutraliza uma sereia - uma condicional futura demónia, Miranda do Douro.

Etiquetas:


Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017   06/2017   07/2017  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter