alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

31.1.09

 
Título inocente
.
Duas testemunhas mantêm que Manuel Pedro disse, várias vezes, que tinha dado dinheiro a Sócrates. Pedro nada diz.
*Será Pedro ou José que terá de esclarecer as dúvidas?

... penso ser útil o primeiro-ministro tomar a iniciativa de provar, sem margem para qualquer dúvida, a sua inocência e o seu afastamento de todo este processo. H. Monteiro. Expresso 31-1-2009

*Inversão do ónus da prova?
Provar que não, sem margem para qualquer dúvida? Inocência?

Etiquetas:


 
Títulos isentos 2

Assessora de Manuel Pedro confirma pagamento de “luvas” a José Sócrates
.
Uma assessora de Manuel Pedro, da empresa promotora do Freeport, a consultora Smith & Pedro, disse à Polícia Judiciária de Setúbal em 2004 que durante o licenciamento do Freeport, houve o pagamento de “avultadas comissões”, incluindo ao primeiro-ministro, que terá recebido “400 mil” noticia hoje o diário “Correio da Manhã”.
Nessa ocasião, disse que ouviu uma conversa em que Manuel Pedro disse a João Cabral (com ligações à empresa Freeport) que “tinham de se desenrascar” porque “o Sócrates já tinha os 400 mil”.
* Disse que ouviu

Etiquetas:


 
Títulos isentos 1

Mãe compra a pronto casa a offshore
A mãe do primeiro-ministro José Sócrates, Maria Adelaide Carvalho Monteiro, comprou o apartamento onde reside no centro de Lisboa, a uma sociedade “offshore” proprietária do prédio e pagou-o a pronto num ano em que declarou menos de 250 euros de rendimentos. No mesmo ano vendeu a sua moradia em Cascais. O apartamento tinha um valor tributável de 224 mil euros.

O negócio aconteceu em 1998, nove meses depois de José Sócrates se ter mudado para o mesmo edifício e quatro anos antes do licenciamento do Freeport.

*Outro título: Mãe trocou moradia por apartamento

Etiquetas:


30.1.09

 
A vítima
A vítima não teria direito de se sentir agredida; acusam-na de se vitimizar.

Etiquetas:


 
Garantismo com carimbo português

Um modelo excessivamente garantístico (PGR).
A frase comprometedora para o primeiro-ministro teve, assim, “carimbo português”, reconheceu a directora do DCIAP.
.
* Imaginem que a D. G. Saúde tinha recebido uma denúncia anónima de difteria num português JS e na mãe que teriam sido contagiados por um inglês CS.
A DGS não deu muito crédito à denúncia (era um parágrafo inocente, metido à força) pelo que não averiguou mas alertou a sua congénere inglesa para que identificasse a eventual fonte de contágio para evitar a potencial propagação da inverosímil epidemia.
Imaginem que, no ofício para Inglaterra, a DGS revelasse, além do nome do inglês (CS), o nome do português (JS) e o considerasse suspeito de estar contagiado.

Eu fico aterrado por se considerar este sistema como excessivamente garantístico.
Imaginem agora que, quatro anos depois, a DGS inglesa (SFO) viesse perguntar se a DGS portuguesa tinha confirmado o diagnóstico.

Etiquetas:


 
Notícias do pântano
.
"...a nossa ... terra está cheia de manhosos, de manhosos e de manhosos, e de mais manhosos." Almada Negreiros 1933
(em C. Fiolhais, Público)

Uma conversa filmada entre Charles Smith, intermediário do projecto Freeport, e um administrador inglês da empresa. e-mails
...outro e.mail a ver se pegava
«os alegados factos que a Polícia inglesa utiliza para colocar sob investigação cidadãos portugueses são aqueles que lhe foram transmitidos em 2005 com base numa
denúncia anónima.”
Uma denúncia anónima envolve, entre outros, “José Sócrates e a mãe”; na carta rogatória enviada para Londres em 2005, a Justiça portuguesa elenca José Sócrates (não sei se a mãe também) entre os suspeitos. Juíza Cândida Almeida, RTP1.

*Conversa, denúncia anónima (que
tem autor), e.mails são o mais sólido que se consegue num pântano.
O eco do rumor demorou quatro anos a regressar de Londres. Teria dado 70 vezes a volta á Terra se se propagasse no ar; não s
ei qual a velocidade de propagação da lama no charco, habitat de vermes e répteis. Ouço e fico aterrado.

Etiquetas:


29.1.09

 
A educação do PSD
«Enganou os portugueses»


O ME procedeu a uma avaliação intercalar das medidas que introduziu para tentar melhorar as condições de ensino e aprendizagem nos primeiros quatro anos de escolaridade obrigatória. Solicitou o parecer dum grupo de peritos internacionais cujo relatório foi prefaciado pela Chefe da Divisão das Políticas de Educação e Formação Direcção para a Educação da OCDE. O relatório e o prefácio não podiam ter sido mais elogiosos.
«Isto não é um relatório da OCDE», acusou o líder parlamentar social-democrata, dizendo que foi encomendado pelo Governo, para efeitos de propaganda, usando um texto de uma especialista da OCDE, mas apenas como prefácio ao estudo. «Enganou os portugueses», disse Paulo Rangel.
"Induziu em erro os portugueses", acusando o primeiro-ministro e os seu gabinete de fazerem "passar a impressão de que era um relatório da OCDE" - "Isto só tem uma palavra, faltar à verdade aos portugueses".
"Se o estudo é tão credível porque é que teve necessidade de mentir e dizer que é da OCDE? Se fosse tão válido não precisava de propaganda". Paulo Rangel.
Líder parlamentar do PSD, Paulo Rangel, desmontou no plenário falsa imputação da autoria do estudo à OCDE, acusando o primeiro-ministro de "encenação e propaganda". Público 29-1-2009
O estudo estrangeiro que diz bem do nosso Governo... propaganda encomendada por vários governos de Portugal. Helena Matos. Público 29.01.2009
...dia de Rangel, passado a arrasar a patranha do Primeiro-Ministro a propósito do suposto estudo da OCDE.

*Alguém que presumo perito português também não concordou e deu conta disso no 31 da Armada.
Analisemos as críticas:
A. Sucede que nem o relatório é da OCDE, como diz Sócrates ...
O envolvimento da OCDE no relatório fica-se pelo prefácio
.

1. O título do documento é: "Relatório para o Ministério da Educação", Portugal; o prefácio é de Deborah Roseveare, Chefe da Divisão das Políticas de Educação e Formação Direcção para a Educação da OCDE. Este prefácio é uma análise da metodologia e dos resultados relatados pelo grupo de peritos internacionais. (ver)
Não será um relatório “da” OCDE mas um relatório do qual a Chefe da Divisão das Políticas de Educação e Formação Direcção para a Educação da OCDE diz que “segue de perto a metodologia e abordagem que a OCDE tem utilizado para avaliar as políticas educativas em muitos países-membros ao longo dos anos” e que “constituirá uma fonte valiosa para a OCDE ter em consideração no trabalho a realizar para apoiar outros países nos seus esforços para reformular políticas educativas que promovam a melhoria dos resultados dos alunos”.
Será apenas "encenação e propaganda" e “... propaganda encomendada por vários governos de Portugal.”?

B. ...e a base bibliográfica do "alegado estudo da OCDE" resume-se a um conjunto de publicações do próprio Ministério.
2. Se o objectivo era avaliar as medidas que o ME introduziu em Portugal, não seria de esperar que o ME preparasse um relatório abrangente com a descrição da implementação de cada uma das medidas, fornecendo uma avaliação interna das mudanças efectuadas, e incluindo muita informação e dados com base num conjunto de publicações do próprio Ministério?
Os peritos são gente experiente e a avaliação não se limitou à análise destes documentos.

C. O 31 da Armada minimiza a crédito do relatório: O Governo, que encomendou o Estudo e escolheu os peritos, convidou também a "Deborah" da OCDE para assinar o prefácio. E ...nem todos os peritos me parecem "independentes" ...
3. O perito português não poupa em suspeições (encomendou, escolheu, convidou). Mas é a própria “Deborah" da OCDE” que considera independentes os peritos internacionais, cujos CV estão disponíveis (pg 90-93)
Peter Matthews, Consultor de Educação e Professor Visitante no Instituto de Educação, Universidade de Londres

Elisabeth Klaver, ex. Inspectora na Inspecção Nacional de Educação da Holanda
Judit Lannert, Directora-Geral do Tárki.-Tudok, o Centro de Gestão do Conhecimento e Investigação para o Ensino de Budapeste
Gearóid Ó Conluain, Inspector-Geral Adjunto do Departamento de Educação e Ciência da Irlanda
Alexandre Ventura, Presidente do Conselho Científico para a Avaliação de Professores (CCAP) .
Não “parecem” “independentes” no critério do perito do 31 da Armada que lá terá as suas razões .... que não explicitou.
Provavelmente não gostou de ver o Presidente do Conselho Científico para a Avaliação de Professores nesse painel por ter sido nomeado por Silva Pereira e Maria de Lurdes Rodrigues.

D. Também o relatório preliminar incomodou o 31 da Armada: "A avaliação teve na base um relatório abrangente, preparado pelo Ministério da Educação, com a descrição da implementação de cada uma das medidas, fornecendo uma avaliação interna das mudanças efectuadas, e incluindo muita informação e dados. O relatório foi estudado antes de uma visita de seis dias a Portugal de uma equipa internacional para entrevistar os principais actores educativos e visitar um pequeno número de escolas".
4. Tem-se como suspeito que o ME elaborasse um relatório abrangente, que foi estudado antes de uma visita de seis dias a Portugal de uma equipa internacional para entrevistar os principais actores educativos e visitar um pequeno número de escolas".
O que o perito do 31 da Armada considera suspeito, os peritos e a “Deborath da OCDE” acham adequado para “avaliações intermédias, durante a fase de implementação das reformas, que lhes permitam identificar se as medidas levadas a cabo estão a conduzir aos resultados previstos e em que medida as estratégias adoptadas devem ser ajustadas em função da experiência.”

E. O 31 da Armada sublinha tratar-se apenas de “indícios”: "(...) Existem indícios de que [as reformas] estão a contribuir para aumentar os níveis de qualidade do ensino básico em Portugal (...) de que desconfia.
5. Como seria de esperar de avaliações intermédias, ainda não há resultados sólidos; mas a “Deborath da OCDE” não hesita em declarar que: "Estes desenvolvimentos estão ainda em curso, mas não são por isso menos impressionantes.
As maiores mudanças na infra-estrutura foram já concretizadas. Muito foi alcançado num curto
período, o que representa uma história de sucesso, ainda incompleta. Existem indícios de que
os níveis de resultados no primeiro ciclo do ensino básico estão a aumentar e que as crianças
têm acesso a um currículo mais rico e de melhor qualidade."

F. Comentários finais do relatório
A partir de uma perspectiva global da reorganização do primeiro ciclo do ensino básico, consideramos que as metas alcançadas nos últimos três anos são notáveis, reflectindo um programa ambicioso, bem concebido e largamente conseguido através de uma combinação de iniciativa central e local. Estão a emergir estruturas e programas que têm o potencial para assegurar o fornecimento de melhores serviços às crianças e aos seus pais.
6. Não será um “relatório da OCDE” mas um relatório de peritos internacionais independentes, analisado, prefaciado e elogiado pela Chefe da Divisão das Políticas de Educação e Formação Direcção para a Educação da OCDE. Será "encenação e propaganda"?
G. Lista de entidades contactadas pelos peritos.

Etiquetas:


28.1.09

 
A entrevista de Freitas do Amaral
Dia D, da SIC Notícias

Muito bem documentada, legal, histórica e politicamente; fosse ela transmitida em canal aberto e mais próximo do Verão, Sócrates poderia esperar maioria absoluta.

Etiquetas:


 
Títulos sem valor, como na Bolsa

Alteração da ZPE .... serviu para o Freeport . José António Cerejo. Público 28.01.2009
* A notícia não confirma o título.

Etiquetas:


 
Títulos sem valor, como na Bolsa

Projecto de resolução do Conselho de Ministros nunca foi aprovado
A proposta do ICN teve a concordância do então secretário de Estado dos Recursos Naturais e da ministra do Ambiente. O projecto de diploma, ... recebeu a aprovação de Ricardo Magalhães, que mandou dar seguimento para efeitos de agendamento em Conselho de Ministros. Sem que se perceba porquê, o projecto nunca foi aprovado.
Meses depois, o presidente do ICN dá o seu "concordo"e a proposta de decreto é aprovada; treze dias depois ... o decreto é aprovado em Conselho de Ministros
. Público 28.01.2009

Etiquetas:


 
O pedido que faltava

As associações ambientalistas não foram ouvidas para mudar a ZPE. Silva Pereira disse que sim, mas o presidente da respectiva confederação disse que se reuniu com o ICN sem ser pedido parecer. José António Cerejo. Público 28.01.2009
* A cereja em cima do bolo do presidente.

Etiquetas:


 
Caso Freeport encerrado

“...não encontro nada que possa ser considerado ilegal, a menos que surjam dados novos”. Freitas do Amaral.
*Se, depois desta entrevista, ainda persistirem notícias nos jornais sem dados novos, há que pensar.
Não se questiona a autorização para instalar em Portugal o maior outlet da Europa mas apenas se foram cumpridas todas as alíneas burocráticas (se foram ouvidas e tomadas em conta todos os pareceres das diversas ONGs) necessárias para retirar uma fábrica de pneus desactivada da Zona de protecção especial do estuário do Tejo.

Etiquetas:


27.1.09

 
Neve insonsa

Havia limpa neve mas não havia sal.
Seria pior se houvesse neve mas não houvesse limpa-neve.
Pior ainda se houvesse limpa neve mas não houvesse neve.

Etiquetas:


 
.
.
..
.
-
.
.
.
Sociobiologia atrevida
O valor do mercado


As 20 princi­pais empresas cotadas na bol­sa de Lisboa perderam, em va­lor de mercado, quase €40 mil milhões em 2008. Expresso 24-1-2009
Para onde foi este valor? Se a Lei de Lavoisier se aplica à Bolsa (se a Bolsa é Natureza) o conteúdo das bolhas volatilizou-se e perdeu-se no éter através do buraco do onzeno.

Etiquetas:


 
Presente ultrapassado

Numa hora gastamos a energia que, há milhões de anos, demorou um mês a acumular e paga com o que os nossos netos levarão uma semana a poupar.
Vivemos à custa da energia fóssil paga pela dívida externa - à custa do ultrapassado e do futuro penhorado.
É o equivalente temporal da globalização.

Etiquetas:


26.1.09

 
Arte da guerra contemporânea
.
... o hemiciclo podia ser uma instalação de arte contemporânea, com os retratos dos deputados ainda emoldurados em cima das mesas, cobertas de areia e cacos, enquanto emaranhados de metal e tubos pendem do tecto, semiderrubado. Alexandra Lucas Coelho, Gaza. Público 26-1-2009

Etiquetas:


 
As declarações dos Sindicatos dos Magistrados evocam as da Standards' & Poors.

Etiquetas:


 
Jorge Humberto
.
Antiga glória da Briosa foi homenageado pela Associação Académica de Coimbra e pelo Organismo Autónomo de Futebol. Jorge Humberto protagonizou, em 1961, a pri­meira grande transferência do futebol nacional para o Inter (Milão) deixando parte significativa dessa transferência para as modalidades amadoras da Académica.
No panteão de antigo campo de Stª Cruz, em frente ao "21", o seu nome ficou junto ao de mestre Cândido de Oliveira.

* Fez umas cadeiras em Milão, antecipando o programa Erasmus; foi uma das traves mestras do Hospital Pediátrico de Coimbra. Foi para Macau como único pediatra do Hospital português; sob a sua direcção, o Serviço adquiriu nível exemplar. Já reformado, o governo chinês de Macau assegurou a sua colaboração como consultor de Pediatria.
Não sei como o encaravam os seus companheiros da Académica e do Milão; no Pediátrico era daqueles que desejávamos ter na equipa.

Etiquetas:


25.1.09

 
Uma celeridade “invulgar” 2

Quando, ao fim de muito tempo, abriu a válvula do lavabo, desconfiou da celeridade invulgar do escoamento da água.

 
Uma celeridade “invulgar”

O primeiro juiz de instrução do caso Freeport sublinhou que "o desenvolvimento do processo conheceu uma celeridade invulgar, decorrendo em 20 dias e não nos 100 dias usuais".
Em 2004, o Ministério Público do Montijo começa a investigar suspeitas de corrupção no licenciamento do Freeport de Alcochete.
Quatro anos depois o processo passou para a tutela do Departamento Central de Investigação e Acção Penal. .. já que "estava completamente parado". Público 24.01.2009

Etiquetas:


24.1.09

 
O amargo princípio da ignorância

O glicerol, um resíduo do biodiesel. Expresso, 24-1-
2009
O glicerol está presente em todos os óleos e gorduras de origem animal e vegetal. Em 1779, o químico sueco Scheele isolou-o e chamou-lhe "o doce princípio das gorduras".

Etiquetas:


23.1.09

 
O maior Outlet da Europa drena para o estuário do Tejo

O Freeport Outlet Alcochete é o maior Outlet da Europa onde pode encontrar uma gama variada de lojas e lazer.
O Freeport de Alcochete, construído em terrenos que tinham pertencido à Zona de Protecção Especial do Estuário do Tejo.
José Sócrates foi co-autor de um despacho, assinado três dias antes das eleições de 2002, que reduziu a área da Zona Protegida do Estuário do Tejo.
Contas sediadas em offshores para o pagamento de "luvas" para que o projecto Freeport de Alcochete....

-Estuário do Tejo, offshores, atoleiro, lodaçal, areias movediças, outlet*, sem ETAR.
*Outlet: saída, escoamento...

O atoleiro
Tudo isto está no processo causal do lodaçal em que nos vamos afundando, lentamente, como em areias movediças. José Miguel Júdice. Público 23.01.2009
A começar pela licença para construção do maior outlet de Europa em Portugal.

Etiquetas:


 
Airbus, novo aeroporto, TGV, Outlet de Alcochete.
Alcochete –Kibir


... lodaçal em que nos vamos afundando, lentamente, como em areias movediças.
José Miguel Júdice. Público 23.01.2009
"A realidade era um reino pobre e devorado pelas ordens religiosas, meirinhos ávidos e juízes analfabetos. Era as terras maninhas, os mouriscos do Algarve espiões e avisadores, os soldados mendigos, os criados não pagos e os Alcaides descuidados da fortaleza.....
Em todas as ocasiões as pessoas sabem que existe uma burla genial, que estão a ser arrastadas para um destino trágico; mas subsiste o facto estético e todos se integram nele. Assim se explica o envolvimento prodigioso na campanha de Alcácer-Quibir, os preparativos completamente insensatos, a loucura da participação teatral. Os alfaiates trabalham dia e noite, vestem os cavaleiros como para um baile, cobrem os fidalgos de pedrarias, de plumas, de sedas brochadas. É o sonho dum dormente que sabe que sonha e, no entanto, não consegue despertar.

Só os velhos e os desgraçados arrancados a uma realidade de ofícios vulgares e sem opinião se debatem nessa imensa comédia que os torna comparsas indecisos ou revoltados".
Agustina Bessa-Luis, O Mosteiro. Guimarães Edit. Lisboa 1980

Etiquetas:


22.1.09

 
"Inadmissíveis"

O julgamento que teve que ser repetido por qualquer erro processual começou com uma hora de atraso e foi interrompido porque uma juíza teria uma consulta médica. As testemunhas arroladas terão que vir noutro dia.... TV 21-1-2009
A
Associação Sindical dos Juízes considerou "inadmissíveis" ... e instou o "Conselho Superior da Magistratura a tomar uma posição pública, veemente e imediata, em defesa da independência, prestígio e dignidade dos tribunais e dos juízes".

Etiquetas:


 
Um processo de intenções

Linha Saúde 24 evitou 130 mil idas às urgências

Em cerca de 20 meses de funcionamento, a linha Saúde 24 evitou entre 130 a 140 mil idas às urgências, calculam os responsáveis do serviço a partir da intenção inicial manifestada pelas pessoas que telefonam para a linha. Parece muito, mas representa pouco mais de um por cento do total de episódios de urgências hospitalares. Público 22.01.2009

* Qual é o validade de um valor calculado pelos interessados?
* Qual é o validade de um valor calculado a partir duma “intenção manifestada”?
* Qual é o validade de um valor calculado a partir da “intenção inicial manifestada”?
* Justifica-se manter um serviço dispendioso que, mesmo a fazer fé nas estimativas dos “responsáveis do serviço”, diminuiria pouco mais de um por cento de episódios de urgências hospitalares?

21.1.09

 
Vivenda Esmeralda
Câmara de Sines autoriza construção de uma casa em cima de falésia instável. Público 21.01.2009.

*Há muitos anos, a Câmara de Sines autorizou a construção de uma vivenda perto do mar mas tal nunca passou do projecto; o tempo passou e a erosão fez com que, agora, a ser construída, a casa ficaria à beira da falésia.
A Câmara pediu um estudo ao Centro de Geologia de Santo André, que considerou ser uma área "instável do ponto de vista geológico". Em vez de revogar a licença, a Câmara quereria que o Centro de Geologia fizesse um acompanhamento da obra de forma a dotar “a vivenda dos esteios que a ajudem a mitigar as inseguranças que necessariamente sofrerá”.

Etiquetas:


 
Reféns da greve

Professores vão pedir a Cavaco que dissolva AR e "salve o ensino".

*Têm razão mas exageram; não é necessário dissolver a AR para alterar a lei que permite fazer reféns inocentes.

Etiquetas:


 
Natureza

Escolas fechadas deixam alunos sem almoço, pais ameaçam ir para tribunal . Público 20.01.2009
Mau Tempo: Neve e gelo encerram escolas e cortam trânsito rodoviário.

* Mal vai quando as consequências das forças brutas da Natureza são idênticas às das greves dos professores.

Etiquetas:


20.1.09

 
A tomada de posse

Etiquetas:


 
A tomada de posse

Etiquetas:


 
A tomada de posse

Etiquetas:


 
A tomada de posse

Etiquetas:


 
A tomada de posse

Etiquetas:


 
Desígnios de uma entrevista órfã
Mário Crespo entrevista o sargento Luis Gomes
SIC 19/01/2009

Uma entrevista em forma de processo de averiguações de há sete anos.
Em vez de ouvir o pai da órfã, até sobre medicamentos órfãos o interrogou.
Mais parecia uma acareação em busca de contradições.
Não pode ter sido o Mário Crespo. Deve ter sido um sósia a quem terão dado “a oportunidade de confrontar Luís Gomes sobre os
desígnios que o movem na sua contenda.”

Etiquetas:


 
Obama é o Amílcar Cabral americano

Etiquetas:


 
Bíblia do Novo Mundo

Obama jura sobre a Bíblia de Lincoln.
Havia o Velho Testamento (judeu) e o Novo Testamento (cristão); agora invoca-se o Testamento de Lincoln (o Abraão americano).

Etiquetas:


19.1.09

 
Juízo sindical

A argumentação da direcção da Associação Sindical dos Juízes é preocupante.
A direcção da Associação Sindical dos Juízes recusa que a conduta dos juízes seja avaliada; quereria ter o duplo estatuto de olímpico órgão de soberania e de associação sindical. Não se pode ter sol na eira e chuva no nabal.
A direcção da Associação Sindical dos Juízes recusa que a conduta dos juízes seja avaliada pelo Colégio de Psiquiatria da Infância e da Adolescência. Tem razão; legalmente a idade pediátrica termina aos 18 anos.

Etiquetas:


 
respigos da crise

Sócrates dá o "sim" ao casamento de homossexuais
Portas pede castigo para o PS
Sócrates é o "coveiro da pátria", diz líder do PSD
Público 19.01.2009

Etiquetas:


18.1.09

 
Os melhores do mundo. E os piores.
A ninguém ocorre, evidentemente, aludir a um êxito excepcional, mil vezes mais importante do que qualquer prémio, como seja a descida brutal da mortalidade infantil, que colocou Portugal, nesse domínio, num dos primeiros lugares no mundo. A diferença entre esta vitória e a de Cristiano Ronaldo é que a última é um feito de talento pessoal e de excepção, enquanto a primeira resulta do trabalho de centenas ou milhares de pessoas, de organização, de trabalho meticuloso, de planeamento cuidado e de sacrifício humilde. Este é um feito de muitos médicos e enfermeiros, de paramédicos e condutores de ambulâncias, de analistas e administradores. E, sobretudo, de vários Governos, que fizeram o que de melhor deles se espera: deixar trabalhar, não pretender meter-se em tudo e não procurar louros eleitorais.
António Barreto. Público 18.01.2009

*É sempre interessante ler A. Barreto; é sempre agradável concordar com o que diz, como é o caso. Recordo que o seu “sobretudo” referir-se-ia ao “deixar trabalhar”; mesmo assim, é de sublinhar a importância dos diversos MS (a começar pelo de Leonor Beleza) que adoptou e apoiou as normas elaboradas por um grupo de peritos com conhecimento de causa e com as mãos na massa.
http://alcatruz.blogspot.com/2008/01/reformas-com-as-mos-na-massa.html
http://alcatruz.blogspot.com/2005/12/como-se-melhorou-eficincia-do-sns-em.html

Etiquetas:


 
Segunda dose?
(S&P); o perigo de confiar no incontrolável.

A Standard & Poor's baixou o rating de Portugal não apenas por causa da miséria económica e financeira a que o país chegou.
O juízo imparcial e desinteressado ... da Standard & Poor's mostra o perigo de confiar no incontrolável.
Vasco Pulido Valente. Público 18.01.2009

A Standard & Poor's (S&P) deve ter-se esqueci­do do rating que atribuía à Islândia no dia anterior ao país ter entrado em falên­cia. E os ratings que atribuía à Lehman-Brothers, à AIG e por aí fora? Eram al­tos, muito altos - imediatamente antes de a primeira falir e de a segunda ter necessitado de uma forte intervenção governamental para sobreviver...
Por isso, se fosse atribuído um rating à empresa de rating S&P ele seria bai­xo, muito baixo.
O que é lamentável é que, mes­mo depois do clamoroso falhanço que as empresas de rating tiveram nesta crise, continuam olimpicamente a julgar países e empresas. E a influenciar nega­tivamente a vida de milhões de pessoas
.
Nicolau Santos Expresso 17-1-2009
* E, pior que isso, a serem escutadas como oráculos quando o que dizem corresponde ao que se deseja ou teme.

Etiquetas:


17.1.09

 
Medalha de prata por equipas para todas as crianças portuguesas

Um índice de sucesso do SNS, como o EXPRESSO reconhece, não mereceria uma chamada na primeira página?
Preferiram noticiar a manigância de emigrantes clandestinos que compram a naturalização com casamentos brancos com noivas prostitutas do Intendente celebrados por chulos pakistaneses do Martin Moniz.

É uma opção.

Etiquetas:


 
Medalha de prata por equipas para as crianças portuguesas
The State of the World's Children 2009

Nos jogos da UNICEF não há selecção; concorrem todos.
Num país em crise crónica, cuja excelência na economia, na investigação, no ensino, na justiça, na política, no desporto, no jornalismo se limita a alguns ilhéus, com 16% de cidadãos em risco de pobreza (40% não foram as prestações sociais), pobreza que atinge mais severamente as crianças (onde a taxa aumentou -- era 17% em 2004, contra 12% de média da OCDE); num país onde as crianças nascem cada vez mais tarde (a taxa de mães com >35 A duplicou entre 2002 e 2007 - 15% e 29%) com um aumento paralelo do risco (6.8% de prematuros em 2004 e 9.1% em 2007), onde toda a gente se queixa e poucos tentam fazer alguma coisa pelos outros, e que, apesar de tudo, consegue figurar entre o grupo de países no 2º lugar do podium mundial, com uma equipa em que todos figuram, sem selecção de estrelas, este facto não deveria ser reconhecido, louvado e estudado para se perceber a razão de tal ter sido possível?
Ter sido e continuar a ser apesar das crises; o SNS, quando bem programado, tem destes resultados. Avaliado com critérios objectivos, fiáveis e apreciado por isentos júris externos.
Estudem-no e aprendam.

Etiquetas:


 
respigo

A indiferença e a credulidade substituíram a fé.
Vasco Pulido Valente Público 17.01.2009
* A fé, a ciência, o senso.

Etiquetas: ,


 
O pico
Com 37 mil doentes a procurarem uma urgência, o dia 26 de Dezembro foi o pior.
Depois de a DGS ter accionado o plano de comunicação, alertando a população - através dos media - para só se deslocar às urgências em casos graves, "a procura deixou de aumentar paralelamente à evolução da epidemia".

*Outras possíveis explicações:
a) Quase toda a gente fez ponte a 26.
b) Alertada pelas imagens da TV, os doentes constipados deixaram de ir às urgências.
c) Ultrapassado o pico, é sempre a descer.

Etiquetas:


16.1.09

 
As grelhas de Pilatos

A DECO decidiu fazer um estudo sobre vinhos; Luís Ramos Lopes, na Revista de Vinhos, critica o processo que "avalia vinhos como avalia máquinas de lavar roupa"; como faria se fosse avaliar "pintura em função da tinta utilizada".
Em Portugal, a excelência é algo que ninguém assume sem vergonha ou receio. A origem disto tudo é conhecida. É a mesma que faz com que um quadro de honra nas escolas seja recusado, as avaliações de desempenho consideradas traumáticas ... José Miguel Júdice. Público 16.01.2009
*Haverá imensas razões invejosas mas outras tantas radicam nas grelhas estapafúrdias que os burocratas engendram e os júris aceitam, conformados.

Etiquetas:


 
Alicerces da Justiça

Um amigo guiou-me aos fundamentos da decisão do Tribunal. Das 24 páginas da exposição respiguei alguns parágrafos:

A. “(…) apesar de concordarmos que o trabalho do Departamento de Saúde Mental Infantil e Juvenil de Coimbra e do Instituto de Reinserção Social assumem relevância técnica na hora de decidirmos,....
(…)...pese a importância que têm os diversos relatórios, não pode o acórdão deste Tribunal ficar «suspenso», até que as informações dos técnicos reflictam os sentimentos de serenidade, de maturidade e de amor devido à menor (…), tão necessários a uma transição que não acrescente mais dor e sofrimento àquele que necessariamente a menor (…) irá sentir na hora da mudança
. Relação de Coimbra (19/12/2007)

B. Foi proferida decisão em Julho de 2004 (há mais de 4 anos), confirmada pelo Tribunal da Relação de Coimbra em Setembro de 2007, a conferir o exercício do poder paternal ao progenitor.

C. O princípio e critério fundamental para tomar todas e quaisquer decisões relativas ao poder paternal é o superior interesse da criança....
Ora, é um direito fundamental de toda e qualquer criança conhecer os seus pais e ser educada por estes, devendo ser respeitadas as responsabilidades, deveres e direitos dos progenitores
.

D. A menor foi acompanhada pelo Departamento de Saúde Mental Infantil e Juvenil de Coimbra, sendo actualmente acompanhada pelo Departamento de Pedopsiquiatria de Santarém. Este acompanhamento visou proporcionar um apoio psicológico à menor (…), auxiliá-la numa futura integração no agregado familiar do pai e familiarizá-la com a nova realidade.
Cumpre, pois, designar um especialista que possa a partir do estado actual da menor auxiliá-la na adaptação ao agregado familiar do pai.

Comentários:
1. O tribunal não distingue pais de progenitores.
2. Para o tribunal, o supremo “poder paternal” ofusca o “superior interesse da criança”.
3. O objectivo dos tribunais foi o de cumprir uma decisão com mais de 4 anos de atraso sem ter em conta o que quatro anos significam para o bem-estar de uma criança de seis.
Tudo se passa como se a NASA mantivesse o ângulo de lançamento de um foguetão para a Lua mesmo que este tivesse que ser adiado umas horas...
4. O Tribunal não ouve os pareceres dos psi para melhor decidir; apenas espera que os pedopsiquiatras façam de anestesistas numa intervenção tão dolorosa quanto desnecessária a que decidiram submetê-la. Ainda bem que os pedopsiqiuatras portugueses recusam desempenhar esse papel tampão, ao contrário do de Xintai.
No estoy loco! -le espeta indignado Sun Yafu al médico en la clínica psiquiátrica de Xintai, en el este de China-. Sólo pretendía presentar una demanda". El médico reacciona con indiferencia: "Me da igual si está enfermo o no. Las autoridades lo enviaron aquí y yo lo trato por trastorno mental".

Etiquetas:


 
Questões de propriedade

No mundo da Justiça, a decisão de um juiz sobre o chamado "caso Esmeralda" foi motivo para muito disparate, o menor dos quais não é por certo a tese de que psiquiatras, psicólogos ou psicanalistas deveriam decidir questões de poder paternal, em vez de um juiz. José Miguel Júdice. Público 16.01.2009

Os tribunais e até JM Júdice aceitam a tese de Engels, motivo para muito disparate.
A monogamia teria sido “fundada sob a dominação do homem com o fim expresso de procriar filhos duma paternidade incontestável, e essa paternidade é exigida porque essas crianças devem, na qualidade de herdeiros directos, entrar um dia na posse da fortuna paterna”. Engels.
A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado.

Etiquetas:


 
V IV III II I

O Estranho Caso de Benjamin Button: o sentido da vida ao contrário.
O Estranho Caso da Coreia: Kim Jong-Um sucede a Kim Jong-II.

Etiquetas:


15.1.09

 
Eurochecos
Uma visão dos estereótipos nacionais.
A concepção da obra foi encomendada ao artista checo David Cerny.
A Bélgica -chocolates, a Irlanda -gaita-de-foles, a Suécia -IKEA, a Roménia -Drácula, a Dinamarca -Lego. A Espanha - betão, a Itália -futebol . A Alemanha -auto-estradas - cruz suástica, a Bulgária -retrete turca, a Holanda afogada de minaretes, a Grécia em fogo ou a Polónia -padres a plantar a bandeira da homossexualidade. E Portugal a bater bifes de antigas colónias. E que deixou um buraco no lugar do eurocéptico Reino Unido.

Mesmo tendo em conta que se tratava de retratar estereótipos, o que se vê na obra não podia ser mais rasteiro. Nuno Pacheco. Público 15.01.2009
* É o que acontece quando se encomenda arte; o artista tende a satisfazer o cliente. Salva-se o do Reino Unido.

Etiquetas:


14.1.09

 
Velas do vapor

... velas do moinho .... rodam, rodam cada vez mais depressa, velas desdobradas, como um paquete a vapor.
Depois vendeu a “mániqua”, conta, a 3ª classe a não acompanhar a sabedoria que a vida lhe deu.
É preciso ter um bocado de vaidade no que se faz para ser funileiro”. Katya Delimbeuf. Daqui a nada. Única 10-1-2009

*Não é só o velho moleiro que precisa de rever a instrução primária. Para ser funileiro (ou médico ou juiz e até primeiro-ministro e jornalista) “é preciso ter um bocado de vaidade no que se faz”; orgulho e auto-crítica em partes iguais; dispensa-se ignorância e presunção.

Etiquetas:


 
Co-incineração automóvel

... é impossível fugir às partículas que todos os dias são emitidas pelos carros. E não são poucas: Por um lado, os metais pesados como o cádmio, o níquel, o arsénio, o chumbo. Por outro, os compostos orgânicos como o naftaleno, o criseno ou o benzo-alfa-pireno. Apesar de serem todos cancerígenos, não existe nenhum valor máximo de concentração permitido na atmosfera, ou seja, sabe-se que faz mal mas não se tem a noção do quanto. Público 14.01.2009
Espero para saber o que farão os cavaleiros da triste figura

Etiquetas:


13.1.09

 
Sociobiologia atrevida

Hepaturix e a quimera da reversão evolutiva
1. A Hepaturix comemorou 15 anos de transplante hepático pediátrico em Coimbra.
Foi uma bela festa. Vieram muitas dessas 130 crianças que, com as famílias, festejaram a sua nova existência umas com as outras e com os médicos e as enfermeiras responsáveis pelo êxito. Todos merecem muito, o Alexandre Furtado e a Isabel Gonçalves muito mais.
Crianças cujo fígado não funcionava dependiam de um transplante para sobreviver. Vivem agora com um órgão que não era delas mas que adoptaram e passou a ser seu.

2. O fígado era o local onde os antigos localizavam o espírito vital.

3. Esmeralda nasceu sem um órgão vital - sem família ou quase sem. A mãe, sensata, procurou, encontrou e enxertou-a numa família compatível que a adoptou espontaneamente.
Durante anos o enxerto funcionou muito bem, sem rejeição nem complicações, tal como se de uma família natural se tratasse.
Mas a Justiça descobriu o órgão original e pretendeu refazer a história. Decidiu que a criança fosse desenxertada para tornar a viver com o órgão originário. Como a parte sensata dele recusa desempenhar essa função retroactiva, o tribunal obriga a criança a viver com a parte restante do órgão original, já comprometido com outras funções.
Tal como as oficinas de marcas, o tribunal tem uma obsessão pelas peças originais, desconfiando dos genéricos mesmo que certificados.
Contra o parecer dos psiquiatras, argumenta com a recente descoberta da capacidade de “reversão evolutiva” em que moscas do vinagrevoltaram atrás no tempo”.
Acontece que as crianças não são moscas do vinagre; e mesmo estas "precisam de 50 gerações para voltar ao estado ancestral".

Etiquetas:


 
Portugal 2008
um sexto decididos, um quinto repetidos

16 a 18% de gestações abortadas voluntariamente.
20% mais do que uma vez.

Etiquetas:


 
Estágios na prisão

A directora do Centro de Estudos Judiciários anunciou que os candidatos a magistrados vão este ano lectivo passar dois dias na prisão, como forma de ficarem a conhecer o sistema prisional. Público 13.01.2009
* Bela iniciativa; melhor fora se lá estagiassem anónimos. E também que fossem intimados como testemunha num tribunal.

Etiquetas:


 
tal como os camaleões, mudam de cor, são surdos e têm uma língua rápida

Meio século de manobras dão fé das múltiplas metamorfoses de Fidel, desde justiceiro guerrilheiro até ditador incansável
Alcibíades Hidalgo. Antigo chefe de gabinete de Raúl Castro no comité central do Partido Comunista de Cuba e antigo embaixador cubano nas Nações Unidas. Vive, desde 2002, nos Estados Unidos. Público 13.01.2009

Etiquetas:


12.1.09

 
Sociobiologia atrevida

O padrão da procura de consulta urgente em Portugal
O perfil é o de um electrocardiograma com o ritmo comandado por um “pace-maker” autónomo, com pausa ao domingo e um acréscimo compensador à segunda-feira, salvo de esta for feriado, dia em que passa para o dia seguinte, sem a angustiante sensação de síncope que sentimos quando o ventrículo se atrasa.
Por vezes há extrassístoles: nas pontes das sextas-feiras, após dois dias feriados saudáveis - uma forte pancada como que para compensar a longa pausa, com desumanas demoras de muitos "utentes" com mariquices idênticas à minha.

É interessante notar as descidas acentuadas nos dias 24, 25 e 31 de Dezembro e um de Janeiro apesar da epidemia de gripe se manter em crescendo. Esta descida da procura nestes dias do ano é conhecida desde 2003 e ocorre exista ou não epidemia sazonal da gripe. http://www.dgs.pt/

Etiquetas:


 
Um suicídio precipitado

A especulação precipitou a falência.
O milionário suicidou-se, precipitando-se para a frente de um comboio.
Três dias depois, o governo deliberou salvar a empresa.

Etiquetas:


 
Globalização redonda

O risco da generalização é tão grande quanto o da globalização mas mais fácil de prevenir.
1. O abismo entre ricos e pobres é cada vez mais fundo no mundo e nos países. Parece que Marx tinha razão.
2. Disparidade Entre Os Países Ricos e Pobres Continua a Crescer. Público, 17 de Outubro de 2002
A disparidade entre os países muito ricos e muito pobres continua a aumentar, apesar de a proporção de pessoas a viver com menos de um dólar por dia nos países em vias de desenvolvimento ter diminuído de um terço em 1990 para um quarto em 1999. Contudo, a contrariar esta tendência de crescimento estão algumas regiões do mundo, como a África Subsaariana, o Médio Oriente e o Norte de África, onde aumentou do número absoluto de pobres.
3. Relatório sobre a Situação Social Mundial de 2005.
De acordo com as Nações Unidas, o fosso entre ricos e pobres aumentou na última década, apesar do crescimento sem precedentes e da melhoria das condições de vida em muitos países. Nos últimos 30 anos, o número dos que vivem com menos de um dólar por dia duplicou nos países menos desenvolvidos.
4. Relatório das Nações Unidas 2005.
Desigualdade no mundo é hoje maior do que há dez anos. A proporção da população mundial que vive em pobreza extrema (subsiste com menos de um dólar por dia) baixou de 40 para 21% entre 1981 e 2001. Os valores da China e da Índia contribuem muito para esta evolução positiva. Noutros locais a situação agravou-se. Na África subsariana, a taxa de pobreza extrema aumentou de 42% em 1981 para 47% em 2001.
5. O mundo, todo o mundo, é muito mais rico do que era em 1945, mas a disparidade também aumentou. O nível de vida (PIB per capita) quase triplicou nestes 60 anos em média mundial. A África subsariana aumentou o seu valor em 50%, mais que em qualquer época anterior, e a América Latina 230%. Entretanto, os EUA subiram 2,5 vezes, a Europa 4, o Japão cresceu 11 vezes, a China 6 e o resto da Ásia Oriental uns impressionantes 19. Isto significa que, tendo todos melhorado, aumentou bastante a distância entre a região mais rica (sempre os EUA) e a mais pobre (que em 1950 era a China e hoje é a África).
6. A globalização e a riqueza mundial - Há 20 anos os países do G8 representavam 70% da produção mundial, hoje representam 57%, recordou o ministro das Finanças da África do Sul, Trevor Manuel. Publico 9-6-2007

Etiquetas:


11.1.09

 
Teleponto

... mesmo que eu veja três noticiários seguidos, continuarei a adormecer com a neve e a acordar com o golo. Nuno Brederode Santos

Etiquetas:


 
Uma ocasião propícia
ao cumprimento duma sentença com cinco anos de atraso sobre uma criança de sete anos.


O Conselho Superior da Magistratura arriscou muito ao autorizar a divulgação do documento justificativo; fica claro que o objectivo da decisão não parece ter sido assegurar “o superior interesse da menor” que Esmeralda actualmente é mas sim aproveitar a oportunidade, pois que “nunca como neste momento, houve ocasião tão propícia ao cumprimento das decisões proferidas nos autos.”
Para tal a juíza usou os relatos das técnicas que acompanham a menor (que) deram conta da "inexistência de qualquer reacção negativa da menor e da sua perfeita integração no agregado familiar do pai” e a “observação directa que o Tribunal (sic) fez da menor”, que considerou mais sólidos que os pareceres dos pedopsiquiatras, que não eram propícios “ao cumprimento das decisões proferidas nos autos”. Preferiu a verificação de uma pontual “inexistência” de uma reacção negativa ao aviso de risco de sérias consequências futuras.

*É frequente que os tribunais superiores revoguem sentenças; infelizmente não há recursos com efeitos retroactivos na vida das crianças.
Não seria menos mau usar um tribunal de júri em se tratando de casos de crianças? Talvez assim se encontrassem ocasiões propícias para tomar decisões sensatas.

Etiquetas:


10.1.09

 
O atraso da jornalista de Portugal

Nasceu o primeiro bebé sem o gene do cancro da mama.
Nasceu ontem, em Londres, o primeiro bebé seleccionado geneticamente para não herdar um gene mutante que conduz ao desenvolvimento do cancro da mama.
Portugal tem os recursos técnicos, mas ainda não foi discutida a aprovação ética.
De facto, o atraso de Portugal, e do resto do mundo, "deve-se ao Reino Unido ter sido o primeiro país a aprovar o diagnóstico pré-implantatório para doenças tardias".

Etiquetas:


 
Rapto parental

O Código Penal não admite o "rapto parental". Chama-lhe subtracção de menores. Quem passou por isso não vê diferenças entre a filha ser levada pelo ex-companheiro ou por um desconhecido.
A filha ... terá sido a que mais sofreu. "Tinha uma grande confiança em mim e sentiu-se traída porque o pai dizia que eu é que a tinha abandonado".

Etiquetas:


 
Justiça retroactiva

A juíza censura os pais por não terem "velado pelo superior interesse da criança" e por terem demonstrado "completa indiferença" pelo facto de que quanto mais tarde fosse cumprida a decisão judicial de 2004 "maiores seriam as dificuldades sentidas pela menor" e não se dá conta que incorre no mesmo erro que censura.
Privilegia o superior interesse do “cumprimento da decisão judicial de 2004” sobre o “superior interesse da criança".
Esperará que a decisão tenha efeitos retroactivos na vida duma criança de sete anos?

Etiquetas:


9.1.09

 
Comprar-lhe-iam o carro?

Etiquetas:


 
Esmeralda
O progenitor cumpriria condições para adoptar uma criança?

Etiquetas:


 
Balada do gelo judicial

Pobres crianças à mercê de “uma decisão judicial que se arrastava há quatro anos e meio”.
Onde mal se notam “por entre os mais, os traços miniaturais duns pezitos de criança...”
Pobre criança de sete anos à mercê duma sentença “que visa apenas cumprir uma decisão de há cinco anos
Gente não é, certamente
Pobre criança “entregue à guarda definitiva” do progenitor.

Definitiva mas que “poderá ser alterada a todo o momento caso existam novos acórdãos.”
Mas as crianças, Senhor.

Do progenitor, a quem foi reconhecido o direito de posse.
À guarda, no dia mais frio do ano;
a Guarda de Augusto Gil.


Fui ver:
Não se ouve nada.

Etiquetas:


 
Apenas
visa apenas cumprir uma decisão de 2004


O pai biológico vai ficar com a guarda definitiva da criança. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Torres Novas e cumpre uma decisão judicial que se arrastava há quatro anos e meio. Em Julho de 2004, o Supremo Tribunal de Justiça já tinha determinado a entrega da menor ao pai biológico.

*Quando se diz que a justiça é cega, há quem leve a letra esta afirmação. “Gente não é, certamente”
No documento, a juíza refere que este despacho visa apenas cumprir uma decisão de Novembro de 2007 que já confirmava uma decisão semelhante que data de Julho de 2004.
Quem toma a actual decisão ficará pessoalmente responsabilizada pelas suas consequências.*
Mas a aplicação concreta da norma às circunstâncias da vida constitui a essência da função judicial. Daí advém a dificuldade dessa função. Mas também a sua dignidade. Eliana Gersão. Público 01.12.2008.

* O Tribunal de Torres Novas determinará a restituição definitiva do poder ao Prof. Marcelo Caetano; que, na impossibilidade de ressuscitar El-Rei D. Carlos, se restaure a monarquia; que se restitua Malaca ao sultão e Goa ao Hidalcão. Que se restitua o condado à Condessa e a filha da mãe ao pai.

* A decisão da juíza foi tomada " contra o parecer dos pedopsiquiatras" dos Serviços de Pedopsiquiatria de Coimbra e de Santarém que acompanharam Esmeralda por indicação do tribunal.

Etiquetas:


 
A insatisfação das forças armadas

Existem cerca de 30.000 militares no activo, dos quais cerca de 10.000 são sargentos e quase 8.000 são oficiais. Portugal tem hoje mais generais do que no tempo em que o país estava em guerra em três frentes militares em África! José Miguel Júdice. Público 09.01.2009
"São mais os chefes do que os índios"; não há impedidos que cheguem.

 
Tetris estudado para tratar stress pós-traumático

Uma investigação da Universidade de Oxford revela que o famoso jogo Tetris pode ajudar a reduzir os efeitos do stress pós-traumático. No estudo, um grupo de 40 voluntários foi exposto a uma série de imagens aterradoras, para induzir algo parecido ao choque que provoca o stress pós-traumático e, 30 minutos depois, foram convidados a jogar Tetris.

*Oxford quis ensaiá-lo em Gaza mas o Hamas condena imagens aterradoras virtuais e tudo o que atenue o stress pós-traumático.

Etiquetas:


 
Tristes costumes
Fernanda Câncio

*Contra-guerrilha suburbana; a versão portuguesa da de Gaza

Etiquetas:


8.1.09

 
Reféns e bodes expiatórios

Homem agride a família para se vingar da Justiça.
Professores ameaçam com
greves, caso a negociação não dê frutos.

Etiquetas:


 
Quanto custa um canudo

"Custo de Vida e de Educação dos Estudantes da Universidade de Coimbra".
JEEFEUC-Júnior Empresa de Estudantes da Faculdade de Economia da UC.
O presidente da AAC disse que "o Ensino Superior não é para todos, porque não é qualquer família que pode dispor de 5.260 € por ano para ter um filho na universidade".
" ... pretendemos lançar a discussão sobre a frequência do ensino superior em Portugal, para que quem está no poder tenha consciência desta realidade e demonstrar o desadequado montante das despesas dedutíveis no IRS, previsto no Orçamento de Estado para 2009".
Cerca de 70% do total de inquiridos usa viatura própria na deslocação para as aulas. E 27,8% dos estudantes-tipo da UC usufrui de apoio social.

*Também me parece que é demais; é salutar que sejam os beneficiários a dar-nos conta deste excesso.
É justo que a cada um se possa candidatar ao RSI.

Etiquetas:


7.1.09

 
Alzarith
(Alzarith: morte em árabe antigo)
nome cujo ambíguo significado poderá ser: a que ninguém conhece.
Baptista-Bastos.

Algarismos
(de Al-Khwarizmi, matemático persa -- actual Irão)
Early childhood mortality per 1000 live births among Palestinian refugees was 35 in Jordan, 36 in Gaza, 37 in Lebanon, and 32 in Syria. H . Madi. Lancet. 2000;356:312.

Etiquetas:


 
Sociobiologia atrevida
.
A morgadia
Cell biology: Moving Toward Asymmetry
Asymmetric division intrudes at various stages of development in order to generate daughter cells with distinctly different fates. An extreme instance occurs during oocyte maturation when the oocyte expels half of its chromosomal capital by packaging them into a small polar body, leaving behind the vastly larger haploid egg. Curr. Biol. 18, 10.1016/j.cub.2008.11.022 (2008).
* A meiose, versão biológica do morgadio
Cada gâmeta tem apenas metade do capital cromossómico; para sobreviver terá que se unir a outro de constituição simétrica. O objectivo é a perpetuação da espécie, pela do seu capital genético. Também para assegurar a “perpetuação dos bens na linhagem da família” a herança do património era “assimétrica” – quase tudo para o morgado, limitando-se os irmãos a um residual “polar body”. Tal como os gâmetas, para cumprir o seu destino o morgado teria que se casar com uma filha-família (uma morgada - a cara metade).
Enquanto na maioria das comunidades a herança seguia via paterna, a biologia segue a materna.

Etiquetas:


6.1.09

 
O carro do Sol
.
A Continental Airlines anunciou um avião movido com 50% de biodiesel, produzido a partir de algas e pinhão-manso. Público 6-1-2009
* Maravilha; preferia um avião movido por borboletas mas as algas são um sucedâneo aceitável.

Etiquetas:


 
O argueiro e a tranca

Um exemplo de como não fazer perguntas.
Um exemplo de análise enviesada.

Etiquetas:


5.1.09

 
A"divindade cnótica" da “gripe”

Tal como a "gripe", também Sob o arco da ponte, uma divindade cnótica espera para apoquentar os transeuntes.
Moisés do Espírito Santo. A Religião popular portuguesa. A Regra do Jogo

 
A “gripe” ataca nos dias de ponte
.
As principais notícias destes dias resumiram-se à descrição dos tempos de espera das urgências públicas, entupidas pela afluência de "utentes". Quatro horas. Dez horas. Doze horas. As salas de espera só não ficaram repletas de cadáveres porque, felizmente, a maioria dos "utentes" em causa padeceria de mariquices idênticas à minha. Porém, ao contrário do que pretende o Governo, o "utente" tem o direito de recusar avaliar a gravidade do seu estado e o SNS tem o dever de o atender sem desumanas demoras. Alberto Gonçalves

* O doente tem o direito de ser atendido “sem desumanas demoras” e o “utente” tem o dever de evitar que “As salas de espera ... fiquem repletas” quando “a maioria dos "utentes" em causa padeceria de mariquices idênticas à minha” durante as pontes das Boas-festas.
O SNS tem regras que obrigam a todos, médicos, enfermeiros, ministros, feitores de opinião e “utentes”; no SNS o “cliente” não tem sempre razão
.

 
Receita prescrita
.
Três quartos dos reformados por velhice e invalidez em Portugal não recebem mais que o salário mínimo.
* Boa parte desta pequeníssima reforma mal dá para os medicamentos que lhes receitam e que julgam necessários.
"As reformas só dão para os medicamentos, eles é que precisam de ser apoiados."

"Aqui, a maioria dos habitantes são de idade, mal têm para os medicamentos". Público 04.01.2009

*Os portugueses estão medicalizados.
A vida é tida como uma doença fatal; o nascimento como uma doença ( “Nas Doenças Pediátricas estão incluídos os recém-nascidos normais”. SÁBADO 18-12-2008). O mal-estar é uma doença, consulte o médico; a velhice é uma doença.
Os portugueses, incluindo os médicos, estão “farmacolizados”.
Toda a doença exigiria tratamento; não há outro remédio que o da farmácia. A saúde não tem preço.
Este é um dos mais caros vícios médicos; não se justifica tanta prescrição.
Seis em dez médicos de família britânicos gostariam de poder dizer ao doente: “
Confie em mim,
não precisa de remédios. E não estou só a tentar poupar-lhe dinheiro
.”
Mesmo o eventual efeito placebo fica eclipsado pela angústia de os não poder comprar.

Etiquetas:


 
Ensino incendiário, bombeiros sociais

Bombeiros dão apoio a cem casos sociais por dia. "Entre 8% a 10% das nossas saídas já são de apoio social"
A
Fenprof acusa o Ministério da Educação de "deitar mais achas para a fogueira".

Etiquetas:


Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter