alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

29.2.12

 
Ao fim de quase um ano de troika o país está pior do que o previsto.
*Previsto por quem? O País? Qual País? Todos ou alguns?
A melhoria a curto prazo de um voo picado não passará necessariamente por reduzir a velocidade da queda?






A avaliar pelo peso do lixo urbano, o desperdício não parece estar pior.

Etiquetas:


 
Quanto custam os remédios..................................................................
A maior parte dos medicamentos não custa milhares de euros a produzir. O que custa é pagar os preços que as grandes farmacêuticas se permitem exigir, por deterem monopólios que os Estados lhes concederam.
As farmacêuticas dizem que precisam desses preços para fazer investigação. É duvidoso.
Segundo a Comissão Europeia, as farmacêuticas gastam 23% do seu volume de negócios em comercialização e promoção de produtos. E em investigação de base? Não é erro: 1,5% (um e meio por cento). (1)

* Excessivo? Exorbitante? Sem dúvida, se for assim.
É por isso que há que exigir provas seguras de eficácia dos medicamentos às empresas produtoras (parceiros indispensáveis), que o SNS subsidie apenas os medicamentos (e outros meios terapêuticos e exames complementares) sancionados pelo INFARMED e sociedades científicas idóneas de acordo com estes critérios e que, além disso, façam prova de uma boa relação custo benefício. E, tão importante quanto isso, que os médicos adoptem estes critérios.
E que os cidadãos façam o mesmo nas suas opções diárias, incluindo políticas.

Uma mera questão de bom senso.
1. … drug firms spend a larger share of their revenue on R&D than most other industries, typically anywhere from 15 to 20 percent of sales.

Etiquetas:


 
tez branca
Homem do Gelo tinha olhos castanhos, tez branca e intolerância à lactose
Quem não bebe leite acaba com esta tez.

Etiquetas:


28.2.12

 
Roche farmacêutica
Maior fornecedor de remédios deixa de vender "fiado" a hospitais.
* Já não é a primeira vez que a Roche recusa fornecimentos;
os investigadores da Cochrane Database também se queixaram.
The manufacturer of oseltamivir did not answer the authors` repeated requests for data verification. Consequently, the reviewers ... carried out only the analyses of effects on symptoms (modest) and hospitalisations (no evidence of effect)..
Felizmente que a
eficácia de um destes medicamentos inovadores (oseltamivir nas complicações da gripe) não se provou.

Etiquetas:


27.2.12

 


Sacha Baron Cohen warned not to attend Oscars as the Dictator

Etiquetas:


 
O padrão das cotações na Bolsa
Mortalidade em Portugal aumentou nas últimas três semanas
“... o instituto está a descer mais fundo ...” disse o Ministro.

Etiquetas:


 
PUB Lixo
Nos últimos anos o peso dos resíduos que os portugueses urbanos depositaram cresceu em claro contraste com os rendimentos e com o PIB mas de acordo com a dívida.

Este valor não inclui o do lixo acumulado em casa para consumo.

Etiquetas:


 
Prémios NATO
Um olhar dum cineasta francês sobre a Hollyhood durante a Grande Depressão e de cineastas americanos sobre a França (e Inglaterra) dos primeiros anos do sec XX.
"O Artista", co-produção franco-belga, do francês Thomas Langmann; a história passa-se em Los Angeles, (anos 30) onde foi filmado, incluindo nos estúdios da Paramount e da Warner Brothers;
"A Invenção de Hugo" de Martin Scorsese, um órfão numa estação de Paris, anos 20
"Cavalos de Guerra", de Steven Spielberg também é passado em França, na I Grande Guerra.

“Meia-Noite em Paris” de Woody Allen. A história de um argumentista de Hollywood em Paris presta homenagem à efervescência cultural da capital francesa dos anos 1920 e 30.
* É o inconveniente das aduelas horárias: quando é Meia Noite em Paris ainda são 16 horas em Hollyhood.

Etiquetas:


26.2.12

 


Duas verdades

Lado a lado separadas por uma opinião.

Etiquetas:


 
Uma crise mortal
“Esta crise pode custar milhares de vidas”
A atual crise económica, com o au­mento do desemprego e da pobreza, vai diminuir a esperança de vida?
As pessoas que mantêm bons empregos e um bom pa­drão de vida podem não ser afetadas, mas as que ficam desempregadas, que perdem rendimentos serão. E o stresse causado pelo desempre­go, por exemplo, aumenta a probabili­dade de doenças cardiovasculares.
Michael Marmot. Professor de Saúde Pública do University College, Londres.
Expresso 25-2-2012

A crise faz mal à saúde?
Sim, mas até morrem menos pessoas
.
Suicídios e algumas doenças crescem. Mas, no global, a esperança de vida aumenta.
Há uma menor probabilidade de acidentes rodoviários.
Obesidade e consumo de tabaco tam­bém diminuem, a par de uma redu­ção no número de ataques cardíacos.
Expresso 25-2-2012
We noted
no consistent evidence across the EU that all-cause mortality rates increased when unemployment rose.
* Como se fora a pag 33 do Expresso. Não sei editar a duas colunas.

Etiquetas:


 
Equidade
Saúde pública infantil
Quanto mais baixa é a posição que se ocupa na hierarquia social, pior é a saúde. E isso é válido para toda a escala social, de baixo a cima. As pes­soas de classe média, no geral, têm pio­res indicadores de saúde do que as de classe alta e melhores do que as de clas­se baixa. É alarmante. Michael Marmot. Professor de Saúde Pública do University College, Londres. Expresso 25-2-2012
* No entanto, em Portugal, um dos países europeus de maior assimetria social, as taxas de sobrevida de todos os recém-nascidos são das melhores do mundo até aos 12 meses (e mesmo até aos 5 anos) graças ao SNS e, em especial ao seu Programa Nacional de Saúde Materna e Infantil (anos 90).

Pelo menos até essa idade, há equidade na prestação de cuidados de saúde; espero que continue.

Etiquetas:


 
Popularidade
15 de Setembro é o dia mais popular para se nascer em Portugal
Qual é o melhor dia para nascer? 15 de Setembro. Pelo menos foi nesse dia que 2289 pessoas decidiram nascer em Portugal nos últimos seis anos.
O pior? 25 de Dezembro.
* O mais popular é o melhor; a mediana como padrão de excelência.

O pior é o dia de Natal; não admira a baixa taxa demográfica.

Etiquetas:


 
Elipse

O modelo pinhal do sistema solar

Etiquetas:


 
PPP
Parceiro privado que gere a água de Faro tem lucro certo, Câmara fica com prejuízo
* É o risco inerente às PPP; uma empresa privada tem de manter-se solvente (capaz de dissolver substâncias) e a água é muito boa para isso.
dissolver (v. tr.) Priberam
. Extinguir; desmembrar; fazer cessar o funcionamento de (colectividades).
. Desorganizar, corromper; tornar dissoluto.

Etiquetas:


25.2.12

 
PS
Seguro alerta para perigo de "o interior morrer" (sic)

* É bom que o líder do partido reconheça o perigo de ir morrendo por dentro.

Etiquetas:


 


A expressão "meia bola e força" parece vir do futebol, um mau augúrio. JPP.
*Creio ter vindo do bilhar mas o augúrio é o mesmo.

Etiquetas:


 
A criação de Adão

A descoberta do outro
Em 1976 a equipa do descobridor e aventureiro J-P Dutilleaux com os Toulambis (Papua, Nova - Guiné ).
Os Toulambolis, nunca tinham entrado em contacto com estrangeiros; nunca tinham visto uma pessoa branca.
http://www.videoman.gr/7402







*Jeová ter-lhe-á doado o fogo da vida; J-P o dos fósforos.


Etiquetas:


24.2.12

 
Liberdade de expressão
O líder do PS-M, num ano eleitoral, afirmou que o líder do PSD-M era "... um homem que fomenta a corrupção com o objectivo único de ganhar eleições". O presidente do Governo Regional da Madeira recorreu aos tribunais, sentindo-se injustiçado e levianamente acusado. Mas o Tribunal de 1.ª instância não foi na sua conversa ... salientando que "... na actividade política, a liberdade de expressão, na vertente de emissão de juízos de valor, embora lesivos do bom nome de terceiros, corresponde ao exercício de um direito, mesmo que decorram de factos não inteiramente verdadeiros...".
Felizmente vai crescendo uma corrente jurisprudencial que nos considera cidadãos maiores e não meninos mal comportados.
* Felizmente? Cidadãos maiores?
* No comércio “o cliente tem sempre razão”; na propaganda eleitoral, além do eleitor, também o eleito parece ter sempre direito à razão. Uma vez adquirida a tribuna, como a fortuna, tornam-no inimputável.
Pode dizer tudo o que lhe vier à cabeça, projectar os seus fantasmas, .. as suas suspeitas, fazer processos de intenção, juízos de valor, (que) embora lesivos do bom nome de terceiros, mesmo que decorram de factos não inteiramente verdadeiros...". , corresponde ao exercício de um direito.
Não precisa fundamentar, muito menos provar. Os fins justificam os meios.
Pode afirmar "... um homem que fomenta a corrupção com o objectivo único de ganhar eleições" em vez de "... o objectivo de ganhar eleições... leva-o a tomar medidas que fomentam a corrupção”.
A liberdade de expressão e a do comércio têm uma história comum; a pré-história de ambas é também a da ciência, cujo exigência de rigor, há muito levou por outros caminhos.

Etiquetas:


23.2.12

 


Uma fatia de paisagem

Etiquetas:


21.2.12

 
Beber água da torneira sai 30 vezes mais caro
o respectivo uso, enquanto recurso geológico nacional distribuído por empresas portuguesas, assegura as melhores condições aos utilizadores internos e aos convidados da Assembleia da República, a um custo sem significado financeiro”. Marie Antoinette

Etiquetas:


 


Troika diz que a execução do memorando “vai no bom caminho”

Etiquetas:


 
Utentes que não usem centros de saúde sairão das listas
*Lógico; utentes que não usam deixam de o ser.

Etiquetas:


 
A bactéria como inimigo
... mais bactérias do que uma sanita. E então? Também há mais gente na cidade que presos nas cadeias. Nem todas as bactérias são perigosas. Cada um de nós tem mais bactérias que células humanas; sem elas não sobreviveria.
A publicidade não hesita em ressuscitar a ordem na cruzada contra os cátaros. “Matem-nos todos que Deus se encarregará de escolher os justos”.
Um mundo ideal seria esterilizado.

Etiquetas:


20.2.12

 
Um piscar de lábios
... formas de usar o português, imaginativas, apropriadoras, piscando os olhos com os lábios.... FF

Etiquetas:


 
Sociobiologia atrevida
Desequilíbrios osmóticos - estratégia terapêutica
O euro representou um salto em frente na integração económica e financeira. Mas não foi acompanhado de integração nos domínios da política fiscal. No momento actual só restam duas alternativas: ou rever a integração económica ou avançar com a integração política. Norbert Lammert, presidente do Bundestag.
Durão Barroso: As dificuldades actuais foram geradas pela acumulação de dívida pública e ausência de crescimento económico. As políticas de ajustamento visam permitir de novo o crescimento económico. Não são uma sanção. São reformas para restaurar a saúde da economia e estimular o crescimento.
* O diagnóstico é bem conhecido e a terapia também; o que se discute é a estratégia – rapidamente e em força ou mais dilatada para estimular a emergência de idiosmoles e evitar convulsões.

Etiquetas:


 
Sociobiologia atrevida
Osmose financeira
O comissário Olli Rehn reconheceu que o reduzido consumo interno seria o principal factor de crescimento da Alemanha; esta contenção tem uma explicação salarial: entre 2005 e 2008, na Alemanha, os custos de mão-de-obra reduziram-se consistentemente só voltando a subir em 2009 e 2010.
Como agora muitos reconhecem, as situações de excedente das balanças de transacções em sete países (Dinamarca, Alemanha, Luxemburgo, Holanda, Áustria, Finlândia e Suécia) são simétricas das situações de défice nos restantes 20 países, onde a reduzida competitividade, um sistema de moeda única e o crédito internacional fácil e barato determinaram consumos excessivos de bens importados dos primeiros. Passámos a ter a demonstração cabal de que, quando as economias se fecham e a moeda é única, como aconteceu com a economia europeia, para que uns ganhem, outros têm que perder
.
ACC
* As leis do capitalismo liberal são as da osmose, quando uma membrana semipermeável complacente separa solutos com diferentes concentrações de moléculas, avaras dum lado e ávidas doutro.

Etiquetas:


 
Ó tempo volta pra trás
1. Era assim a classe média Remediada, austera, nascida da Europa de duas guer­ras. Não sentia a falta do que não existia. É para este lugar que nos querem fazer regressar? A globalização é escolha e abundância, é troca, é o estádio supremo da civilização descartável e virtual. É o mundo insustentável que o capitalismo expansionista construiu. Parece que deixou de servir. É tarde de mais. Clara Ferreira Alves. Revista 18-2-2012
*Naquele tempo as alternativas de aventura eram claras; quem ousasse só poderia abrir uma das arcas de Montemor sem saber se a da riqueza se a da miséria. O capitalismo expansionista abriu as duas.

"... nos querem fazer regressar" - processos de intenção e de inimputabilização.
2. Um desejo absurdo de sofrer
Sei que ... em pó me vou tornar mas, antes quero abandonar o masoquismo que marcou a minha infância.
Maria Filomena Mónica

Etiquetas:


18.2.12

 
O passe e a passa........................................................................
Enquanto a notícia era a espera ao PR encenada pela escola A. Arroio, com alunos a queixarem-se de não terem fotocopiadoras nem acesso à net, com cartazes a reclamar o passe e a erva, em rodapé noticiava-se a epidemia de obesidade e diabetes.
1. O Observatório Nacional da Diabetes dá conta de um aumento da incidência e da prevalência da diabetes, explicadas pelo envelhecimento da população, obesidade e sedentarismo. "A hiperalimentação, rica em gorduras e açúcar, e o sedentarismo são os principais factores de risco para a diabetes tipo 2 e
Portugal está nos lugares cimeiros na Europa em excesso de peso."
O custo de todos os diabéticos adultos foi de 1859 milhões de euros. Este valor representa 1% do PIB nacional e 11% da despesa em saúde em 2010.
Pé-de-meia
2. O indicador de poupança das famílias situa-se em 7,5% do PIB; nos anos 70 Portugal era mais pobre e a poupança rondava os 20% do PIB.
* Quando eram miúdos, os pais iam à escola descalços e a pé; agora, aos filhos, até as sapatilhas apertam.
* Como o problema era falta de verba, escolheram quem os saberia compreender.

Etiquetas:


17.2.12

 
"O melhor contracetivo é o desenvolvimento"
Não estou incomodada com níveis de natalidade baixos – não quero voltar aos anos 60.
* "Não estou"... "Não quero": dois nãos na primeira pessoa.
"Um dos grandes problemas dos tempos que vivemos é que agora somos governados por gente que se preocupa mais com as sensações e os sentimentos do que com raciocínios e ideias". A Dama de Ferro.
Eu é também o acrónimo da União Europeia.

Etiquetas:


 
"Nascer em Portugal"

No dia seguinte à abortada visita a uma escola, Cavaco Silva presidiu a uma conferência sobre natalidade na Cidadela de Cascais sob apertadas medidas de segurança. Mesmo para ir à casa de banho é preciso a companhia de um agente de segurança.

Etiquetas:


 
Custos do Estado com PPP derraparam 18% em 2011
A derrapagem do sector rodoviário foi responsável por 83,4% do total; só no ferroviário não houve derrapagem.
* É natural que as derrapagens quase só aconteçam nas rodovias; surpresa seria haver descarrilamentos.

Etiquetas:


 
Dinheiro queimado pelos "periféricos"?
Dinheiro que emprestamos” não pode ser “consumido pelas chamas
....os periféricos têm de provar que merecem a confiança do resto da Europa.
Queimado pelo dinheiro periférico?
O Presidente alemão demitiu-se por causa do seu envolvimento num alegado caso de
corrupção.
Todo o centro tem periferia.

Etiquetas:


 
Sentença ao ar
Tribunal Superior classifica de "elevadíssimo" o grau de culpabilidade do médico que tinha sido absolvido pela Relação do Porto.
As Varas Criminais do Porto tinham condenado o psiquiatra a cinco anos de prisão (pena suspensa). A Relação, porém, absolveu-o.

Etiquetas:


15.2.12

 
Aborto. 5 anos de referendo, 55 anos de pílula
1. Aborto: Mais de 80 mil interrupções realizadas em cinco anos "por opção da mulher" .
* Mais de um por cada seis nado-vivos
Referendo foi há 5 anos
2.
Diminuição do aborto clandestino desde que a lei descriminalizou a Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG) até às dez semanas, por vontade da mulher,
Aborto clandestino existe sobretudo após as dez semanas
* Mal fora

3.“Se recebo uma mulher com gestação de nove semanas e quatro dias, não a posso aceitar porque após o prazo de reflexão já terá ultrapassado as dez semanas” até às quais uma mulher pode interromper a gravidez, disse o presidente da Sociedade Portuguesa de Obstetrícia.... um prazo de onze semanas seria “mais confortável”..
FC disse haver mulheres que fazem várias interrupções por ano. “Alguma coisa funciona mal ao nível do planeamento familiar”.
70% das universitárias esquece-se de tomar a pílula
4. Filhos das falhas
Cerca de um terço das mulheres das mulheres com mais de um filho engravidou por acidente.
Estima-se que 75% das mulheres portuguesas dos 18 aos 55 anos com filho único planearam esta sua gravidez, número que desce para 66% no caso de mulheres com mais de um filho em relação à sua última gestação. Das mulheres que engravidaram sem querer, 3/4 dizem ter sido por descuido e ¼ atribuem a falha ao método.

* Após 55 anos de pílula, 38 de democracia, 5 anos de aborto a pedido no SNS.

Etiquetas:


 
Estrebuchet
Num alarde de estúpida burocracia, o mesmo ministério que apregoa a autonomia das escolas obriga-as a usar, em todas as comunicações, um único tipo de letra: o "Trebuchet MS", tamanho 10. Santana Castilho
Estrebuchar - v. intr.
1. Agitar os braços, as pernas e a cabeça, convulsivamente.
2. Debater-se.
* O imposto sobre o tipo de letra também admite escalões: Trebuchet MS para o ministério da saúde, ME para o da educação e o da economia ...

Etiquetas:


14.2.12

 
Negócios de alcova
Não tem namorado? A Câmara de Lisboa arranja-lhe um
Arranjar um par a quem está só ou mal acompanhado neste Dia dos Namorados é o objectivo de uma iniciativa conjunta da Câmara de Lisboa com os quiosques de refrescos de Catarina Portas.
* A única iniciativa que ainda não se esperava do Estado-providência foi agora preenchido pela autarquia alcoviteira.

Etiquetas:


 
Persificar
No domingo passado, mãos de civis gregos repetiram o gesto dos soldados de Xerxes, incendiando alguns dos edifícios mais belos do centro de Atenas. Por este caminho, a Europa terá um trágico passado à sua frente. V. Soromenho Marques
* Talvez Per si ficar.

Etiquetas:


 

Decantar
Retenção de IRS reduz salário líquido

Etiquetas:


 
Alarmismo ansiogénico
Danos colaterais
62% dos portugueses com risco de morte cardiovascular alto ou muito alto
6.º Congresso Português de Hipertensão
Doença cardiovascular pode provocar 100 mortes em Portugal por dia
Mais de 70% das pessoas com ataque cardíaco ignoram sintomas
Negligenciar os sintomas é uma opção errada, sendo o procedimento correto ligar imediatamente para o 112 e pedir socorro ao INEM.

*Ontem foram assistidos mais de 270 doentes na Urgência do Hospital Pediátrico de Coimbra, o maior número de sempre; quase sempre situações banais - constipações e febre. Uma criança foi trazida meia hora depois de lhe terem notado febre; muitos destes casos tiveram de esperar até seis horas (os casos graves passam à frente). Muitos reclamam - pelo tempo de espera, por lhes não receitarem “nada” ou por não lhe terem feito “análises”.
Um dos poucos doentes que ficaram hospitalizads, era uma jovem que tinha vindo por vómitos; fora trazida pelo INEM (I. Nacional de Emergência Médica).


Maior parte dos doentes com enfarte não chama o INEM
o doente deve sempre, mas sempre, chamar o INEM e nunca dirigir-se sozinho para o hospital ou adiar a resposta aos sintomas que apresenta”.

Etiquetas:


13.2.12

 
Apoio psicológico
Como se a família se substituísse ao Estado-providência? perguntava a jornalista como se esperasse que o Estado-providência substituísse a família, os amigos, nós mesmos, inimputabilizados.
A noção da necessidade de “apoio psicológico” institucional em situações de crise é assumida pelos media. Não há notícia destas que lhe não faça referência:

...receberam já
apoio psicológico e estão a ser acompanhados pelos técnicos da inclusão social da câmara.
"Muitos pais procuram
apoio psicológico para os seus filhos para os ajudarmos a lidar com o processo de adaptação ao divórcio dos pais.
Os institutos de oncologia até dão
apoio psicológico, mas ao doente, não aos familiares”.
E o presidente da República, José Eduardo dos Santos emprestou a sua simpatia e
apoio psicológico para que o desempenho da seleção fosse satisfatório..
O homem já estava à procura de
apoio psicológico por causa da sua condição e pediu desculpa às vítimas.
Esta escola, de futebol e natação, inclui um importante programa social, com reforço escolar, atividades culturais e artísticas e
apoio psicológico
Que
acompanhamento psicológico é dado aos agentes policiais
a EDP vai prestar
apoio psicológico às famílias…
liga criou um programa de
apoio psicológico . "Estamos a falar de mulheres que já vivem sob a ameaça constante do regresso da doença.
A Universidade de Aveiro ... prestar
apoio psicológico aos estudantes universitários 24 horas por dia e regista picos de procura em épocas de testes.
Agências funerárias são mesmo chamadas a dar apoio psicológico
Implantes mamários: Liga Contra o Cancro dá apoio psicológico
Orçamento de um milhão chumbadomas vão manter-se ... a oferta de apoio psicológico...,

*Felizmente que o disparate foi criticado por um psiquiatra (referia-se a crises conjugais):
Preocupe-se com a sua "dívida" afectiva. É o que há de mais importante.
Cuidado com as ofertas oportunistas de agências externas ao casal; psiquiatras e psicólogos, assistentes sociais, técnicos da segurança social, conselheiros conjugais, enfim, todos os que têm um molde conjugal e procuram aplicá-lo a todos os casais.
José Gameiro. Revista 4-2-2012

Etiquetas:


 

Sociobiologia atrevida
A marcha humana
Antes dos mandatos de Thatcher e Reagan, discutiam-se modelos para um "socialismo de rosto humano". Depois deles, discutem-se modelos para "um capitalismo de rosto humano". João Carlos Espada
1. Tentar humanizar a natureza ou temperar a utopia radical; Medicina ou Engenharia sociais.
2. A marcha humana implica o uso dos dois membros, direito e esquerdo; se faltar um, só com prótese ou ao pé-coxinho.
Actuam ao mesmo tempo mas de forma diferente; por isso o corpo se apoia ora num, ora noutro, assim mantendo o equilíbrio– a marcha é a resultante desta dinâmica, que gera inevitável resistência. Mas sem atrito também não haveria marcha.
3. Só em francês marcha e mercado tem a mesma raiz.

Etiquetas:


12.2.12

 
Como seja melhor a Cautela que o Remédio

Carta do Cabido da Sé de Viseu ao da de Coimbra. 1635. Junho, 30
Refere o pedido feito pelo Rei de um contributo extraordinário para a armada do Brasil, comentando que o Bispado tinha escassos recursos.
Estimáramos serem os réditos e benefícios desta Sé tão pingues que tivéramos na presente occasião nós sós a glória de oferecermos o donativo de todos os mais, porem são elles de tam pouca substân­cia que com os gastos, e muitas demandas que há, com trabalho nos sustentamos ...
Transcrição por Ana Maria Ban­deira, Maria Leonor Pontes e Tiago Maia. Arquivo da Universidade de Coimbra. Diário de Coimbra 12-2-2012
*Já naquele tempo a fazenda do Império não chegava e os "autarcas", arteiros, se queixavam. ... com trabalho nos sustentamos.

Etiquetas:


 
Bicicleta sem assento


Como com a bicicleta; se, por uns tempos, se pára de escrever perde-se o acento.

Etiquetas:


 


Sem tolerância
Já bastava o dia dos “namorados” calhar no Entrudo para se escusar a tentação de Pandora.

Etiquetas:


 
Populismo
Popularidade do Presidente da República.
O político mais popular
*É assim que o Expresso e o Público avaliam o desempenho dos políticos – pela popularidade. Não admira que o mais popular seja o líder do PP.

Etiquetas:


11.2.12

 
Preciso daquela cara, sim
FF

Etiquetas:


 
TVIleaks
A TVI emitiu por isso uma nota editorial para explicar a gravação e a divulgação da conversa delatada. Argumenta que “a deontologia da sua profissão impede, em absoluto de ignorar, ocultar, omitir....” dada a “profunda relevância da informação.”
*A leitura fundamentalista das normas leva a equiparar o jornalista a um microfone; a compulsão mediática mal digerida leva à incontinência imediática.
Fundamentalismo semelhante também contamina médicos. O doente como o público têm direito à informação relevante; não necessariamente a toda (dúvidas, raciocínios, hipóteses) nem imediatamente. O médico como o jornalista sensato tem de sopesar vantagens e efeitos secundários e então decidir o que, como (três vezes por dia?) e sobretudo, quando - a oportunidade é uma qualidade do médico e do jornalista avisado. Foi deste modo que um ignorado general Kutuzov, velho e experiente, debelou a epidemia napoleónica.
Toda a informação, como toda a farmácia, poderá ser tão perigosa quanto nenhuma; todas de uma vez são seguramente de evitar.
Agachado
Não falo da coreografia. Schauble desloca-se em cadeira de rodas desde que foi alvo de uma tentativa de assassinato em 1990, e por isso não valorizo a forma como Vítor Gaspar se agachou para registar o "apreço" alemão.

*O feitor de opinião também se agachou mas por um motivo menos correcto.

Etiquetas:


10.2.12

 

Falsas urgências

  1. Hospitais com buraco de 383 milhões em 2011
  2. CGD com prejuízo de 488 milhões em 2011
  3. *É no que dá recorrer aos bancos por dá cá aquela palha.

Etiquetas:


 

Greve

CP pára no Carnaval

*Aqui está uma greve com sentido de humor; como não há tolerância de Carnaval, o sindicato não fará partidas.

Etiquetas:


 
Cabeça perdida, cabeça pedida

Justiça põe fim à carreira do juiz Garzón
*É assim que os poderes escusos, matreiros, actuam quando alguém tenta vasculhar os seus negócios; procuram tornar a vida do arguente num inferno à espera que ele, furioso, perca a cabeça; depois, é só pedi-la.

Etiquetas:


9.2.12

 
Blocos operatórios a horas ...............................................
A UCGIC, a quem compete o acompanhamento da produção cirúrgica nacional e o registo das listas de espera, definiu um tempo de referência para o fun­cionamento dos blocos operatórios não afe­tos à urgência de 12 horas por dia de segunda a sexta-feira, mais cinco horas ao sábado. Expresso 5-2-2012

*A percentagem é baixa mas o padrão é elevado; de qualquer modo, quase 7 horas por dia útil é muito mais do que eu temia.
Seria útil saber qual o valor equivalente de Tribunais, Ministérios, Escolas (refiro-me a tempo de trabalho efectivo) e da própria UCGIC, para não falar de Batalhão da Polícia de Choque, Forças armadas, Bombeiros (excluido o serviço de táxi assistido).


2. O Presidente do Grupo Técnico para a Reforma Hospitalar avisa: “É como ter 100 autmóveis parados à porta para serem utilizados apenas das 9h às 13h. É um desbarato de recursos que sai muito caro ao país”. Expresso 4-2-2012
Tem razão mas não é isso que acontece com a grande maioria dos automóveis deste país, incluindo os do ministério que encomendou a Reforma?

Etiquetas:


 
Amásia, o futuro da deriva


A Terra terá um novo supercontinente dentro de 50 a 200 milhões de anos. Amásia resultará da junção da América e da Ásia no Ártico, estimam geólogos da Universidade de Yale (Nature).
*A deriva das placas tectónica, aglutinadas à volta do lucro, o pólo da globalização capitalista.
Sensatamente a Europa fica no mesmo sítio; resiste a ser movida por impulsos primários - nunca iria partilhar uma amásia.

Etiquetas:


8.2.12

 
"Custos e Preços na Saúde"
1. O que noticia a LUSA
Centros de saúde poderiam evitar gastos de 900 milhões de euros
Centros de saúde: Custos evitáveis podem atingir os 900 milhões deeuros -
Centros de saúde: Custos evitáveis podem atingir os 900 milhões de euros - estudo

2. O que se lê no Relatório sobre os Cuidados de Saúde Primários:
• A análise dos custos potencialmente evitáveis estão situados entre 186 e 900 milhões de euros, embora os autores do estudo pensem que os valores mais credíveis se possam afastar dos extremos, considerando o intervalo entre os 300 e os 600 milhões de euros.
• É imperioso referir que foi completamente impossível comparar a eficiência entre USF e ACES.... Daí, se ter realizado o estudo de caso, o qual apresenta como principal limitação a sua impossibilidade de extrapolação para a realidade nacional.

*Sugiro um estudo sobre gastos evitáveis na LUSA.

Etiquetas:


 
Seguro de vida, saudável e revolucionário.
O Deutsche Bank vendeu um fundo de seguros de vida aos clientes que consiste em apostar na morte de pessoas, lucrando mais se estas morrerem mais cedo.
* Um seguro de vida é um estímulo ao segurado para que sobreviva – para o que é indispensável um estilo de vida saudável. Sobreviver é revolucionário, ao corroer a acumulação capitalista.

Etiquetas:


 
Militares americanos simulam na sua costa manobras que podem usar contra o Irão
*Manobras nas costas (leste) dos americanos.

Etiquetas:


 
Vício de ranking
O risco de pobreza em Portugal está acima da média europeia
Um quarto (25,3%) dos portugueses estão em risco de pobreza ou exclusão social, valor ligeiramente superior à média europeia: (23,4%). Eurostat.
* Acima da média está sempre metade. O que importa é saber quanto acima.
Qual o interesse de saber o “risco” em que estávamos em 2010?

Etiquetas:


 
O desmoronamento do mercado
Paredes do mercado em risco
Faleceram cinco trabalhadores da empresa ABB que estava a requalificar o mercado.
"A construção estava a ser acompanhada por uma empresa de fiscalização contratada para o efeito, e pela autarquia, designadamente uma engenheira que estava diariamente no local a acompanhar a fiscalização e a empresa construtora".
Uma testemunha admite que o acidente se ficou a dever à existência de uma “vala com cerca de três metros de profundidade que estava a ser aberta ao longo da parede sul e que não tinha qualquer suporte de sustentação”.
A autarquia garante que “mantém total confiança na ABB”, já que existem as melhores referências desta empresa.

Etiquetas:


7.2.12

 
Família interferon
Como se a família se substituísse ao Estado-providência?
- É a família que providencia aquela parcela de rendimento que não é provida pelo salário e que presta o apoio que o Estado não dá.
A doutrina da Igreja enfatiza que "o Estado se torna deletério para a sociedade quando uma intervenção directa excessivamente açambarcadora acaba por
desresponsabilizar os cidadãos".

Desresponsabiliza os cidadãos que descarregam no Estado.
Petição
A discriminação dos idosos na sociedade portuguesa
Para: Presidente da Assembleia da República

Torna-se premente que quem de direito ponha cobro a este atentado aos direitos dos portugueses mais velhos.
Petição

Por uma maior protecção dos idosos
Para: Assembleia da República
Esta petição pretende que a Assembleia da República apresente propostas no sentido de ser criada uma comissão nacional para a protecção da terceira idade.
Façam força que eu gemo,
como se zombava em Porto da Lage.

Etiquetas:


 
connosco, o povo
E os jornalistas estão lá, à frente dos políticos, para lhes dar a oportunidade de falarem connosco, o povo.
... uma matilha de jornalistas se amontoa à porta de um edifício oficial e grita 17 perguntas em simultâneo sobre matérias menores.
Nesta política, os cidadãos estão a mais.

Etiquetas:


 
Contrapartida de Entrudo
Falta de tacto; poderia ter dito que este ano ainda haverá tolerância de ponto porque se trabalhará mais um dia em Fevereiro.

Etiquetas:


6.2.12

 
Pedras
Já acontecia no Sec. XV; o que então era lastro é agora mercadoria.

Etiquetas:


 
SNSmarché
// O Grande Jogo da Poupança 2
É assim que muita gente encara a poupança no SNS - o sofisma genérico - "o que se desejar mas mais barato"; menos mas muitíssimo grave também.

Etiquetas:


 
// O Grande Jogo da Poupança

Para celebrar o Dia Mundial da Poupança, juntámos 600 crianças.
Para além de aprenderem a poupar, os participantes passaram um dia divertido com a possibilidade de vários jogos. //Veja o vídeo e junte-se a nós.
//As marcas Intermarché
São 2000 produtos para todas as necessidades identificados com o nosso selo. Uma garantia de qualidade e sempre ao melhor preço.
*Saturados os clientes adultos, aliciam-se os petizes; inculca-se-lhes a noção que poupar é consumir o mesmo desde que mais barato... e que para todas as necessidades o mercado tem soluções à venda.
Como se tudo o que se vende fosse necessário: produtos para todas as necessidades” e que para todas as necessidades o mercado tem soluções à venda... "identificados com o nosso selo”
Como se o problema fosse apenas a relação preço/qualidade. “Uma garantia de qualidade e sempre ao melhor preço”
Como se o problema não fosse outro: será que eu preciso disto?
Esta forma de propaganda subliminar, dirigida a crianças, será tolerável?
Subreptícia, entre os anúncios da TV... Os pais não se dão conta, que já estão embotados; creio que os publicitários também não/também.

Etiquetas:


 
O país à venda

Governo compra Boa Hora

Um país onde a sorte está à venda e o governo compra não admira que haja feiras de bebés.



Etiquetas:


 

Egas Moniz

A dívida pública nacional ultrapassava os 110% do PIB.

*Devemos um ano do nosso Produto Interno Bruto (e de um subsídio de férias). Em vez de pedir uma prorrogação do prazo, não seria preferível prescindirmos todos do nosso último ano de vida?

Protecção Civil aposta em fogo controlado para prevenir risco de incêndios florestais.

*Não haverá disto para a dívida externa?


Etiquetas:


Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter