alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

10.3.14

 

O roble da praxe

Praxe e preconceito

“Nos anos sessenta o Conselho das Republicas utilizava a praxe para se movimentar melhor na luta por eleições livres na AAC e pelos direitos essenciais que a ditadura negava, reprimindo-os.
Diga-se para mostrar as contradições dos tempos que os estudantes e os dirigentes estudantis de Lisboa, com um certo preconceito, não encaravam bem o uso da capa e batina pelos colegas de Coimbra, sobretudo em reuniões do movimento associativo. Olhavam a capa e a batina como símbolo de um certo provincianismo.
Porém, quer no processo eleitoral para AAC em 1968, dominada pela Comissão Administrativa imposta pelo governo, quer na crise de 1969 a capa valia como um símbolo de união contra a ditadura. Quem não se lembra das capas e batinas na final da Taça de Portugal entre a Académica e o Benfica?”
Domingos Lopes


O roble de Guernica
A célebre “árvore de Guernica” morreu. Considerada o símbolo tradicional da identidade e da autonomia basca, foi debaixo dela que em 1936, com o reconhecimento da autonomia basca pela II República espanhola, o primeiro “lehendakari” (chefe do governo autónomo) tomou posse, tradição retomada com o novo estatuto da autonomia basca, de 1979 (“Estatuto de Guernica”), em consequência da transição democrática espanhola. 
Terceiro exemplar de uma série de robles centenários, desde o século XIV, a velha árvore, com quase150 anos de idade (
à sombra da qual os bascos realizavam as suas assembleias), tinha escapado ao destruidor bombardeamento alemão em 1937, durante a guerra civil, mas não resistiu agora a uma doença de vários anos. Já tinha sucessor designado, pronto a ocupar o seu lugar....

 *Os republicanos de 1936 teriam olhado a praxe de Guernica “com um certo preconceito, não encarariam bem a sombra do carvalho como local de reunião”. “Olhavam essas rituais como símbolo de um certo provincianismo” que toleravam enquanto lhes fosse útil mas a “corrigir” oportunamente.
Franco e a Legião Condor anteciparam-se - aboliram aquelas praxes autonómicas e eliminaram os praxistas; o triste roble sobreviveu para vir morrer mais tarde, de doença prolongada, tal como a praxe académica, também corroída pela actual praga endémica.
Uma sinistra justificação retrospectiva da Legião Condor.

Etiquetas:


Comments: Enviar um comentário

<< Home

Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017   06/2017   07/2017   08/2017   09/2017   10/2017   11/2017   12/2017  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter