alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

13.2.05

 
BES Photo; tentativa de procurar a linguagem plástica do insólito e do trivial ?
Os critérios de selecção do júri deste concurso de fotografia patrocinado por um banco parece terem privilegiado a imagem do trabalho e da técnica -- o trabalho braçal da mulher a dias e a imagem digital.
1. "A Experiência do Lugar". Numa cinzenta madrugada, uma mulher limpa o chão e arruma as cadeiras de uma cantina. A luz oblíqua revela as nódoas e os objectos mais inesperados; tão inesperados que se diria terem sido ali postos de propósito.
Usará saltos altos para se não sujar ?
Noutra sala, um vídeo mostra o suplício da empregada – todos os dias tem que fazer exactamente a mesma monótona tarefa: encerar o chão de uma sala à maneira antiga, de joelhos de cá para lá; por isso está de luto penitencial. Farta deste trabalho forçado e aborrecida de morte (?), usa um candeeiro de mesa como se fora uma enceradeira eléctrica.
2. Uma outra sala presta homenagem à imagem digital mostrando as fotos que se desperdiçavam quando se usava o filme nas festas de família. Ao que ontem se deitava fora com pena ("I Love My Photos"), atribui-se o estatuto estético de antiguidade, acelerando a história.
3. Noutra cena ("Strada One of Us") algo terá caído dum automóvel. É de noite; os faróis acesos iluminam o motorista que, acocorado, procura em vão, encandeado pela luz. Em vez de se zangar, fotografa-se naquela ingrata posição, procurando registar a eventual sedução do inesperado incidente. À luz dos faróis, o brilho dos olhos do homem de gatas evoca os da caça grossa na savana africana mas sem a elegância felina da onça nem a força da pacaça.
4. Por fim, outro artista procura elevar a doença à categoria de arte ("The Time Is Now). A doença de Nieman-Pick resulta de uma anomalia do metabolismo que leva à degenerescência das células nervosas; é característica a cor vermelho cereja do fundo do olho. Se se conseguir ignorar o sofrimento destes doentes, conseguir-se-á fruir a beleza da cor cereja da pupila; para isso é preciso olhar os olhos esquecendo os doentes. Não é fácil mas há quem consiga.

É curiosa a insistência no auto-retrato em quase todas estas colecções. Um duelo em que disparam contra a sua imagem no espelho (um suicídio virtual no palco -- olhem para mim senão morro !).
A AICA premiou a "profunda capacidade de renovação das linguagens plásticas”.

No CCB até 27 de Fevereiro.

Comments: Enviar um comentário

<< Home

Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017   06/2017   07/2017   08/2017   09/2017   10/2017   11/2017   12/2017   01/2018   02/2018   03/2018   04/2018   05/2018   06/2018   07/2018   08/2018   09/2018   10/2018   11/2018   12/2018   01/2019   02/2019   03/2019   04/2019   05/2019   06/2019   07/2019   08/2019   09/2019   10/2019   11/2019  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter