alcatruz

Alcatruz, s.m. (do Árabe alcaduz). Vaso de barro e modernamente de zinco, que se ata no calabre da nora, e vasa na calha a água que recebe. A. MORAIS SILVA. DICCIONARIO DA LINGUA PORTUGUESA.RIO DE JANEIRO 1889 ............................................................... O Alcatruz declina qualquer responsabilidade pelos postais afixados que apenas comprometem o signatário ...................... postel: hcmota@ci.uc.pt

26.1.05

 
Paula Rego em Serralves

“... normalidade de uma cul­tura na qual o choque se tornou no principal estímulo ao con­sumo e uma fonte de valor. «A beleza deve ser convulsiva, ou não o é», proclamava André Breton. Chamava a tal ideal es­tético «surrealismo», mas, numa cultura radicalmente refor­mulada pela dominação dos valores mercantis, pedir às imagens para serem dissonantes, clamorosas, para entrarem pelos olhos dentro assemelha-se mais a realismo elementar, assim como a um bom sentido do negócio.”
Susan Sontag. Olhando o sofrimento dos outros. Gótica 2003.



O museu de Serralves é excelente, muito bem iluminado e com muita gente; gente demais para uma visita guiada. Aliás, uma excelente guia à exposição de Paula Rego.
Enquanto esperavam, alguns falavam de uma recente viagem a Pompeia, ainda impressionados com os moldes que reflectem as últimas formas da agonia, prevendo, sem o saber, o que se seguiria.
A guia oferecia uma interpretação das cenas dos quadros, deixando que cada um de nós apreciasse as obras à sua maneira. Profissionalmente chamava a atenção para algum detalhe simbólico; é curioso que, assim isoladas, pareciam ridículas, a negação do "kitsch" segundo Kundera *.
Alguns distraiam-se, procurando interpretações freudianas. Em vez de apreciar os quadros, dedicavam-se a interpretar as motivações subjacentes; em vez de tentar fruir as obras, psicanalisavam a autora de forma canhestra, que a isso se prestava, enfrentando-nos dos seus vários divãs estupefacientes.
Qual o interesse de recordar os exilados ricos em Cascais, durante a guerra?
Qual o interesse na pedofilia do rei deposto que se esconde por detrás da brancura de neve da negra doceira baiana?
Porque razão seria escocês o padre Amaro?
Que sentiria o modelo ao ver-se tão fotograficamente retratado nesse personagem? Qual a oportunidade do padre Amaro em plena época de liberdade sexual ?
Qual a razão de elevar o voyeurismo ao estatuto de arte?
Qual a distância entre arte e panfleto?
Como interpretar a alusão ao Império colonial numa perspectiva de Portugal dos Pequeninos para adultos?
Como interpretar o quadro encomendado para ridicularizar a guerra colonial onde o militar é risível e as pretas são brancas e de soutien?
Os comentários continuavam pelo que não pude apreciar a exposição; um pesadelo que só terminou com o fim da exposição, que já terminou.
Tive pena; tanta gente viu que a TV diz ter apreciado. Tenho que esperar pelo próximo, sobre o maremoto do Índico, dizem.
* O "kitsch" santanista. http://portugaldospequeninos.blogspot.com/


Comments: Enviar um comentário

<< Home

Archives

12/2004   01/2005   02/2005   03/2005   04/2005   05/2005   06/2005   07/2005   08/2005   09/2005   10/2005   11/2005   12/2005   01/2006   02/2006   03/2006   04/2006   05/2006   06/2006   07/2006   08/2006   09/2006   10/2006   11/2006   12/2006   01/2007   02/2007   03/2007   04/2007   05/2007   06/2007   07/2007   08/2007   09/2007   10/2007   11/2007   12/2007   01/2008   02/2008   03/2008   04/2008   05/2008   06/2008   07/2008   08/2008   09/2008   10/2008   11/2008   12/2008   01/2009   02/2009   03/2009   04/2009   05/2009   06/2009   07/2009   08/2009   09/2009   10/2009   11/2009   12/2009   01/2010   02/2010   03/2010   04/2010   05/2010   06/2010   07/2010   08/2010   09/2010   10/2010   11/2010   12/2010   01/2011   02/2011   03/2011   04/2011   05/2011   06/2011   07/2011   08/2011   09/2011   10/2011   11/2011   12/2011   01/2012   02/2012   03/2012   04/2012   05/2012   06/2012   07/2012   08/2012   09/2012   10/2012   11/2012   12/2012   01/2013   02/2013   03/2013   04/2013   05/2013   06/2013   07/2013   08/2013   09/2013   10/2013   11/2013   12/2013   01/2014   02/2014   03/2014   04/2014   05/2014   06/2014   07/2014   08/2014   09/2014   10/2014   11/2014   12/2014   01/2015   02/2015   03/2015   04/2015   05/2015   06/2015   07/2015   08/2015   09/2015   10/2015   11/2015   12/2015   01/2016   02/2016   03/2016   04/2016   05/2016   06/2016   07/2016   08/2016   09/2016   10/2016   11/2016   12/2016   01/2017   02/2017   03/2017   04/2017   05/2017   06/2017   07/2017   08/2017   09/2017   10/2017   11/2017   12/2017   01/2018   02/2018   03/2018   04/2018   05/2018   06/2018   07/2018   08/2018   09/2018   10/2018   11/2018   12/2018   01/2019   02/2019   03/2019   04/2019   05/2019   06/2019   07/2019   08/2019   09/2019   10/2019   11/2019   12/2019   01/2020   02/2020   03/2020  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter